Encontro de fãs de Jane Austen em Belo Horizonte

A Editora Nova Fronteira me fez um convite irrecusável: falar de Jane Austen para quem gosta de Jane Austen! 🙂

No próximo dia 30 de julho às 19 horas, Livraria Leitura do Shopping Cidade em Belo Horizonte, acontecerá um Encontro de fãs de Jane Austen promovido pela editora para lançamento de seu Box ‘As grandes obras de Jane Austen‘. Confira aqui os detalhes desta coleção maravilhosa! Para confirmar sua presença, clique aqui.

leitura.jpg

Veja abaixo o release da editora:

A Nova Fronteira acaba de lançar o box especial “Grandes Obras de Jane Austen” em comemoração ao bicentenário da autora. O Encontro de Fãs busca reunir os leitores e adoradores de Austen.

O evento será mediado por esta que vos fala (Adriana Sales), especialista na obra da autora.

• Quiz
• Sorteio
• Encenação
• Leitura de textos

Brazil e Paquistão em Washington DC

Hoje meu post será sobre o encontro com Laaleen Sukhera-Khan (Jane Austen Society of Pakistan) e editora do livro com histórias inspiradas em Austen “Austenistan”! O livro será lançado em breve, mas tive o prazer de ouvir Laaleen contar um trecho e achei interessantíssimo!

No primeiro do evento, muita informação e muitas coisas para ser ver! Tive a grata oportunidade de compartilhar a minha estadia com Laaleen no JW Marriot e o prazer de reencontrar o amigo Tim Bullamore (editora da JARW).

laaleen1
Laaleen Suhkera-Khan (JAS Pakistan), Tim Bullamore (Jane Austen´s Regency World Magazine) and Adriana Sales Zardini (JAS Brazil). Photo credits: Laaleen Suhkera-Khan/JASP

 

As fotos abaixo, são do sábado à noite, durante o jantar e o baile! Foram momentos maravilhosos! Pude encontrar pessoalmente aqueles amigos virtuais de longa data, como Deborah Barnum (colega do curso Jane Austen – Oxford University), Margaret Sullivan (autora), outros tantos que ainda publicarei no blog.

laaleen2
Aproveitando o intervalo entre os pratos para uma selfie. Photo credits: Laaleen Sukhera-Khan/JASP
laaleen3
Três mocinhas elegantes: Adriana Sales Zardini (JASBRA), Maliha Shaikh and Laaleen Sukhera-Khan (JASP) – Photo credits: Laaleen Sukhera-Khan/JASP

 

JASBRA na JASNA AGM 2016

Entre os dias 20 a 24 de outubro, estive em Washington DC para participar do Encontro Anual (AGM) da JASNA 2016! Não tenho palavras suficientes para descrever o quanto me senti honrada por ter recebido o convite para representar o Brasil em um evento tão grandioso e importante!

Aos poucos, irei publicar aqui no blog as minhas impressões e emoções vividas durante o evento! A foto abaixo é de 22 de outubro por volta das 21:00 quando participei de um painel sobre Jane Austen no Mundo! A minha querida amiga Joan Ray fez uma apresentação de cada membro da mesa e realizou perguntas para cada uma de nós. Em seguida, abriu espaço para perguntas da platéia!

A emoção foi indescritível! As perguntas foram muito interessantes e prazerosas de serem respondidas!

jasna2016
Plenária da JASNA AGM 2016 – (da esquerda para a direita): Claire Bellanti (Presidente da JAS North America), Maureen Stiller (Presidente da JAS England), Susannah Fullerton (Presidente da JAS Australia), Joan Ray (Moderadora), Adriana Sales Zardini (Presidente da JAS Brazil) e Laaleen Sukhera-Khan (Presidente da JAS Pakistan) – Hotel JW Marriot Washington, DC. Crédito da foto: Zack Miller

 

Hoje tem Jane Austen em Uberlândia!

Hoje, 20 de novembro, acontecerá a apresentação de dois trabalhos de pesquisa realizados por esta que vos escreve, Adriana Zardini e o amigo Amilcar Santos. O evento faz parte do IV Simpósio Internacional de Letras e Linguística e XIV Simpósio Nacional de Letras e Linguística, realizado na Universidade Federal de Uberlândia.

LT: Representações femininas no romance histórico
Local: Bloco 5S – Sala 5S 106
Dia 20 das 14:00 às 14:20
A identidade feminina na obra ‘Orgulho e Preconceito’ de Jane Austen – Adriana Sales
Zardini
Dia 20 das 14:20 às 14:40
Aurélia Camargo e Elizabeth Bennet: um diálogo entre protagonistas femininas de José de
Alencar & Jane Austen – Amilcar Figueiroa Peres dos Santos
No dia 22, às 19 horas, será a vez de Amanda Chieregatti, apresentar um poster a respeito do feminismo na obra de Austen, tema recorrente dos meus últimos trabalhos. O tema do poster da Amanda é: A paratopia criadora de Jane Austen: uma autora feminista?
Conheça um pouco sobre esta pesquisa de Amanda, aqui.

Indicações de Livros

Hoje não é terça-feira, mas teremos um enorme prazer em falar sobre o lançamento desse livro!
Nossa estimada ADRIANA ZARDINI, manda um olá para todas(os), porém como ainda se encontra sem internet em casa, deu uma passadinha rápida para nos contar, que esteve ontem na Livraria Leitura em BH, e se deparou com esse lançamento da querida SYRIE JAMES: AS MEMÓRIAS PERDIDAS DE JANE AUSTEN !

Um dos maiores nomes da literatura inglesa, Jane Austen escreveu clássicos como Orgulho e preconceito. Embora seus livros tenham interessantes histórias de amor, a vida amorosa da autora nunca foi considerada notável. Esse foi o ponto de partida para Syrie James, estudiosa de Austen, criar uma versão romanceada sobre a vida da aclamada escritora. E se memórias escritas pela própria Austen fossem descobertas, revelando um grande caso de amor? Escrito em um estilo próximo ao da própria escritora britânica, As memórias perdidas de Jane Austen é um livro notável, irresistível para qualquer um que ame Jane Austen – ou grandes romances.
“Acessível e verdadeiro de uma maneira que nenhuma obra puramente biográfica conseguiria ser.” –Los Angeles Times
(fonte: Grupo Editorial Record)


 Preço sugerido: R$ 39,90


E aí, animadas(os) para imaginar quem sabe um grande romance na vida de nossa querida JANE AUSTEN?






"Guarda teu amigo sob a chave de tua própria vida." ( William Shakespeare) – Citação perfeita para o momento!

Meus caros(as) amantes, ou melhor, admiradores de muito bom gosto(por sinal), de Jane Austen e seu Mundo.

Não sei se perceberam que nossa querida ADRIANA ZARDINI não anda dando o “ar da graça” por aqui no mundo virtual? E por conta disso, algumas publicações estão em “falta”!
Estou pensando seriamente em lançar uma campanha: “POR ONDE ANDAS ADRIANA?” O que vocês acham?

Brincadeiras à parte, chegou a hora de falar sério!
Nossa Adriana está passando por uma mudança residencial, e todos nós sabemos o quanto isso é muito COMPLICADO e TRABALHOSO, e por conta disso, não está podendo participar do grupo do facebook: https://www.facebook.com/groups/105627072803331/584930831539617/?notif_t=group_comment e nem responder aos posts aqui do blog.
Lembrando também que alguns posts estão programados, outros estarão suspensos até sua volta! Pois ela é CHAVE FUNDAMENTAL, e qualquer pessoa que tente fazer o que ela faz, NUNCA estará à sua altura!
Vale ressaltar novamente que enquanto ela não dá o “ar da graça”, estou aqui para tirar dúvidas e ajudar na medida que for possível, meu e-mail para contato é tatiegabrielresende@gmail.com ou pelo face também onde estou sempre! 
Agradeço em meu nome e em nome da ADRIANA ZARDINI, pela compreensão de todos(as), espero que vocês continuem nos acompanhando pois temos muitos posts interessantes vindo por aí! Fiquem bem!
Ps: Adriana, volta logo pra gente!! Viu como nosso Capitão está triste e abatido?! Vou acabar mandando ele atrás de você! rsrs!

Mulheres em Letras e Jane Austen

O V Colóquio Mulheres em Letras acontecerá esta semana entre os dias 18 a 20 de abril na Faculdade de Letras – UFMG. A escritora homenageada este ano é a Lygia Fagundes Telles. 

Como o grupo de pesquisa também tem uma linha de pesquisa sobre representanções de gênero, alguns membros da JASBRA decidiram inscrever trabalhos para apresentação neste colóquio. As duas apresentações acontecerá no dia 18 de abril (confiram abaixo) na Faculdade de Letras: 
16:00h às 17:30h – Sessões simultâneas de comunicações 

Mesa 8: Representações de gênero

Local: sala 3051C –  Coordenação: Maria do Socorro Vieira Coelho (UFMG/Unimontes)

– As relações de gênero na obra Jeannette, de Amélia Beviláqua – Adelino Frazão (UESPI)

– Jane Austen, escritora conservadora ou liberal – ou os dois? – Adriana Zardini (CEFET-MG)

– A criação de personagens masculinas sob a ótica feminina em Orgulho e preconceito, de Jane Austen – Amílcar Figueroa Peres dos Santos (CEFET-MG)

– A representação do feminino no poema ‘A mulher adormecida’, de Cecília Meireles – Roberta Donega Silva (UNESP)

– Figurações do feminino na poética de Cecília Meireles – Nathalia de Aguiar Ferreira Campos (UFMG)

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Clique aqui para maiores informações sobre inscrições para ouvintes e participações em mini-cursos.

Emma – uma declaração de amor!

Outro dia a Poliana Cristina me fez uma homenagem indireta ao escrever algumas opiniões sobre o livro Emma, pois acabou publicando uma imagem do livro que traduzi e ficou perfeita! 
Capítulo 30 – Emma (Editora Martin Claret) – tradução de Adriana Zardini
Poliana escreveu:

Da voz de Mr. Knightley transbordam a genialidade e agudeza de espírito da querida Jane. Para quê tratados sociológicos se Austen nos deu “Emma”? Sem contar que é divertidíssimo acompanhar o raciocínio rápido e a espirituosidade de Miss Woodhouse. Adoraria tê-la como amiga.
A propósito: Mr. Knightley lendo com Emma a carta de Frank Churchill é provavelmente um dos momentos mais deliciosos já escritos na literatura mundial. Não é na declaração de Mr. Knightley a Emma que ele ganha meu coração. É quando ele diz sobre Frank: “Que novela este homem escreve!” ;D
“Emma”, de Jane Austen (tradução de Adriana Sales Zardini).
Se você não conhece a nova coleção da Martin Claret – dei palpites nas capas dos livros e escrevi os resumos das contra-capas) – clique aqui

Quartas – Minha história com Jane Austen: Bianca Rossato

Prezados leitores, hoje é dia da Coluna das quartas-feiras: Minha história com Jane Austen! 
Com vocês: 
Bianca Rossato (JASBRA-RS)
Ao contrário de grande parte das colegas da Jane Austen Sociedade do Brasil, eu não conheci as obras austenianas na adolescência, o que é uma pena. Assim mesmo, “antes tarde do que mais tarde”, como dizia uma amiga. A primeira obra que li foi Orgulho e Preconceito, já no fim da faculdade de Letras (infelizmente, aqui no Brasil, em cidades menores o foco é muito restrito à literatura brasileira apenas), depois de a professora ter mostrado trechos da versão fílmica de 2005. Eu sentia a necessidade de expandir minhas leituras, ainda restritas. Quando li P&P, foi amor à primeira vista e as minhas “primeiras impressões” não estavam erradas!!! Intrigava-me muito o posicionamento intelectual mais independente de Lizzy Bennet (embora eu ache que tenho mais um estilo Jane Bennet ou Elinor Dashwood).
Quando estava em vistas de completar a faculdade, precisando organizar um projeto para a monografia, uma professora de literatura me entregou nas mãos Orgulho e preconceito e zumbis. Eu fiquei meio apavorada com a idéia, mas pensei “vamos ver qual é a desse cara!!”. Foi interessante, porque pessoalmente eu andava precisando eliminar alguns zumbis da minha vida. Com esse trabalho fui ao Rio de Janeiro participar de um evento sobre o insólito na literatura, na UERJ. O que é mais insólito do que zumbis em uma obra austeniana? Lá, tive o prazer de conhecer a Adriana Zardini e algumas meninas da Jasbra e, assim, entender um pouco mais qual era a dimensão do impacto do trabalho de Jane Austen. Lembro-me que naquela viagem, visitei a livraria da Travessa (que perdição!!) e me perdi comprando as obras dela e da Virginia Wolf. Eu queria a livraria inteira!!


Durante o IV Encontro Nacional da JASBRA (2013)

De lá para cá, a paixão cresce a cada leitura e a cada produção fílmica que acompanho. (Perdoem-me as fãs da produção da BBC, mas o Mathew Mcfayden e o Mr. Darcy do The Lizzy Bennet Diaries, são os meus preferidos!!! – embora eu confesse que desenvolvi uma recente “crush on” Mr. Wentworth). Jane Austen é minha companheira das horas vagas e, se tudo der certo, das minhas horas de estudo, agora que estou voltando a estudar! Até meu “namorido” já sabe que a Jane Austen está entre nós!!

Coleção da biblioteca de Bianca Rossato

Coluna – Guia do Romance parte 1

Prezados leitores, hoje é dia de lhes apresentar a Coluna dos domingos: Coluna Guia do Romance! 

A ideia surgiu quando li uma série de livros e posts sobre dicas de Jane Austen sobre romance. Então resolvi traduzir os posts publicados da Sparknotes, chamada Jane Austen Dating School. 
Guia do Romance 1 – Emma Woodhouse sabe como tratar um homem*
By: enthusiasm&austen  


Após uma semana muito tumultuada, comecei a refletir sobre meu próximo post e a única coisa que consegui pensar foi em Emma Woodhouse! Bem, devo confessar que Emma é único romance de Austen que nunca consegui terminar. (pausa para você ir ali tomar uma água) Bem, no último final de semana eu tive uma pausa de vinte minutos e decidi remediar a situação. 
Aparentemente a estimável Miss Woodhouse gosta da ideia de conhecer melhor as pessoas, e se vocês já leram este livro sabem o quanto ela é fabulosa ao demonstrar extrema confiança em si mesma! E, enquanto tivemos uma ‘conversinha’ hoje, ela confirmou uma de minhas teorias: confiança representa 80,67% do seu poder de atração. Emma também me ‘contou’ que a melhor maneira de colocar seu plano em prática são: seja gentil, bonita e deixe se  preocupar! Porque você é gentil, bonita e não precisa de ninguém para lhe dizer isso. Então seja a atriz principal de sua história! Cause uma explosão entre os seus amigos! Converse com outros rapazes! Você nunca sabe o que te espera mais a frente! Quem sabe? Talvez você não esteja em Orgulho e Preconceito, talvez o Mr. Darcy não seja o seu tipo. Talvez você seja mais parecida com Emma, talvez tudo o que você precise saber é que eventualmente, você terá um Mr. Knightley, que a ama mesmo quando você está terrível – e ainda lhe prepara bolos. (O quê? Mr. Knightley fez isso sim. Você leu uma versão extendida ou algo parecido?)
* Adaptação da tradução: Adriana Zardini

E vocês, prezados leitores, o que acharam destes conselhos?