Vídeo de Encerramento do VI Encontro Nacional da JASBRA

Prezados leitores,

aos poucos vamos publicar os detalhes do VI Encontro Nacional da JASBRA, principalmente, para aqueles que não puderam ir! Aproveito também para lançar o Canal Jane Austen Brasil no Youtube.

O vídeo abaixo é do encerramento do evento, onde li um poema de Rudyard Kipling chamado “Jane’s Marriage”. Não se trata de uma tradução, e nem sequer tentei rimar as palavras. Na verdade, foi uma tradução expontânea! Aguardem até o final, pois tivemos a presença do Capitão Wentworth e Anne Elliot! Depois me contem o que acharam.

Caindo de amores pelo Capitão Wentworth

Eu encontrei esse trecho dos bastidores das filmagens de Persuasão (2007) no Youtube. Pobre Anne Elliot, o amor pelo Capitão Wentworth a fez escorregar pelas ruas de Bath! 🙂

“Quase tudo o que pensamos saber sobre Jane Austen está errado”

secret

O artigo publicado no site BookSeller “Quase tudo o que pensamos saber sobre Jane Austen está errado” é uma declaração de Helena Kelly, autora do livro Jane Austen, The Secret Radical, um livro que será publicado no ano que vem.

A autora – professora da Universidade de Oxford – argumenta que nos acostumamos a uma Jane falsa. Depois de 200 anos de biografias, estudos literários, filmes e adaptações de TV, canecas e toalhas de chá, Austen está agora tão enraizada em nossa consciência cultural que nos desviamos muito dos próprios romances. A própria Kelly foi vítima disso: “Quando eu estava lecionando Austen, muitas vezes eu tinha que voltar ao texto para verificar se o que eu estava lembrando estava realmente lá”. 

Kelly afirma ter sido ‘fisgada’ pela adaptação de Orgulho e Preconceito de 1995, com Colin Firth. Ela e a irmã assistiram a fita de vídeo até estragar. A autora diz que: “(…) eu acho que o que realmente me atraiu foi o modo como as adaptações colocaram em primeiro plano a experiência das mulheres e, especialmente, de uma família de irmãs adolescentes, com essa mistura de afeto e desejo de estrangularem-se. Você não percebe que muitas vezes. “

Por outro lado, Mansfield Park, que ela estudou durante as séries iniciais, foi uma decepção. “Eu achei muito difícil (…)”. Kelly não retomou Austen até seu mestrado no King’s College, em Londres, e, em seguida,   em seu doutorado em Oxford. Antes disso, um curto período na faculdade de direito a convenceu de que uma carreira como advogada não era para ela, entretanto, a experiência de estudar direito lhe deu uma abordagem mais forense aos romances de Austen.“Eu me aproximei deles de modo bem diferente de antes e comecei a notar coisas diferentes”, diz Kelly.

E, de fato, como mostra a Kelly, Emma está repleta de referências. Lembra daquelas crianças ciganas desagradáveis que tentam roubar Harriet Smith? Estão implorando pela estrada porque foram cercados fora de seu acampamento habitual.” Esse ponto de vista sobre Emma permitiu Kelly voltar a estudos os outros romances de Austen. “É tudo sobre confiar no autor. Se você olhar para os textos a sério, então você precisa confiar que o autor quer dizer o que está escrevendo. Austen não faz comentários descartáveis. Se algo está lá, é porque você está destinado a ler e capturar a ideia da autora”.

Em Jane Austen, The Secret Radical, Kelly argumenta que Sense & Sensibility estabelece indignação nua de Austen a respeito da primogenitura, e as mulheres daquela época foram, muitas vezes, deixadas em uma situação de incapacidade financeira por seus parentes do sexo masculino. Mansfield Park é um “romance fanático”, com profundas preocupações acerca da abolição da escravatura, marcada obviamente pelo seu título (Lord Mansfield foi um dos abolicionistas mais proeminentes no final do século 18). Northanger Abbey, traz um teor mais sexual, lança um olhar sobre os perigos do parto, bem como as consequências de não ler livros com atenção suficiente. Persuasão, último romance completo de Austen, é uma meditação agridoce sobre o caos inerente de nossas vidas em um mundo caracterizado pela instabilidade e mudança constante.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Dados do livro: 

Editora: Icon Books
ISBNs: 9781785781162/81179
Editor: Duncan Heath

Edição maravilhosa em pré-venda

Para quem adora novos lançamentos, aqui vai uma dica que encontrei na Livraria Saraiva:

novo

Sete romances de Jane Austen: Sense and Sensibility, Pride and Prejudice, Mansfield Park, Emma, Persuasion, Northanger Abbey, Lady Susan. Em uma edição única da Collectible Classics por R$100,00.

Veja detalhes abaixo:

PESO 0.44 Kg
PRÉ-VENDA Sim
MARCA Collectible Classics
I.S.B.N. 9781435158139
REFERÊNCIA .
ALTURA 23.80 cm
LARGURA 16.50 cm
PROFUNDIDADE 6.00 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 1232
IDIOMA Inglês

Jane Austen Brasil – 6 anos! Sorteio parte 3 – Livros em Inglês

Prezados Leitores, dessa vez terermos um sorteio duplo de livros em Inglês: Persuasion e Emma. Mas você que ainda acha que não consegue ler uma versão integral em inglês dos livros de Austen não se desespere! Os livros que estão neste sorteio são graduados, ou seja, são livros escritos e adaptados para leitores com nível elementar e intermediário de inglês! Além disso, cada livro vem com CDs de áudio com a história contada e são ilustrados. A Editora Penguin Readers nos prestigia com a doação desses livros!  Serão dois vencedores! 
Prestem atenção para os detalhes: participações até o dia 13 de julho e resultado do sorteio será dia 14 de julho.  Para participar do sorteio é preciso responder a pergunta: Qual das heroinas Emma ou Anne Elliot você prefere e por quê? 
Boa sorte para todos!! 
Vejam os detalhs dos livros abaixo:

Persuasão por Vanessa Giácomo

Eu já tinha encontrado este vídeo há meses, mas sinceramente não me lembro porque não divulguei aqui no blog. A história de Persuasão é contado aqui neste vídeo pela atriz Vanessa Giácomo, tendo como base a edição publicada pela Editora Zahar. Muito interessante!

Resenha de Persuasão

Prezados leitores,

o Luiz Marcatto do site Literar.com.br me avisou a respeito de uma resenha de Persuasão. O texto é de Ingrid Abbade, para ler o texto na íntegra, clique aqui.

Fiquei presa ao livro: o devorei em uns poucos dias e, quando terminou, queria saber mais e mais. Uma parte porque adoro romances e outra porque, em Persuasão, você sempre está tenso. A sensação é que o tempo inteiro algo está prestes a acontecer, mas sem se alongar muito, tornando a leitura mais prazerosa e fácil. Jane Austen sempre será uma boa leitura, um retrato suave da vida feminina de seu tempo, e uma compra sempre certeira.

 

Persuasão com orquestra!

Uma nova adaptação de Persuasão para o teatro entrará em cartaz nos dias 08 e 09 de junho, 2013 – Teatro Athenaeum em Chicago, parte do grupo Chamber Opera Chicago. A adaptação é de Barbara Landis com músicas do período em que o livro foi escrito. Além disso, a peça será acompanhada por uma orquestra! A direção de palco é de Nick Sandys e Barbara Landis, enquanto a direção musical é de Nyela Basney. Maiores detalhes aqui

Eu só posso ficar imaginando como será! 🙂
Boa terça-feira para todos!

Persuasão em San José

Atualização de foto! Abaixo Capitão Wentworth (Will Springhorn Jr.)  e Anne Elliot (Maryssa Wanlass).


Por indicação da amiga Maria Grazia fiquei sabendo que estará em cartaz em San José (USA) uma peça baseada na obra Persuasão de Jane Austen. O texto foi adaptado por Jennifer Le Blanc e a direção é de Kenneth Kelleher. Estará em cartaz entre os dias 03 a 28 de abril de 2013. Maiores detalhes aqui

Dá para imaginar a empolgação que fiquei? Ao mesmo tempo a decepção, porque nem sequer é aqui no Brasil! 😦

Persuasão em versão latina

A leitora Maria Izabel Oliveira me enviou a notícia abaixo (do blog Televisa Brasil):

Carla Estrada pode produzir “Persuasión”

Carla Estrada
A produtora Carla Estrada já está buscando por sua próxima novela que será produzida em meados do ano que vem quando ela deixará a produção do programa matutino “Hoy”.
Com a novela “A La Luz del Ángel” vetada por conta de ter um custo muito alto a produtora de “Amor Real” e “Sortilegio” já está a procura de uma nova historia para produzir.
Entre as historias está a de “Persuasión” (“Persuasão”), da escritora inglesa Jane Austen, escrita entre os anos de 1815 e 1816, e que se trata de uma historia de época e que poderia ter a atriz Adela Noriega como protagonista.
 Adela Noriega (possível Anne Elliot) 
Mais informações, leia aqui.