Revista Literausten Edição 03

Queridos leitores, é com muita satisfação que anuncio a publicação da terceira edição da revista Literausten! Os textos e artigos são super interessantes! Espero que gostem!

Vejam os assuntos tratados nessa edição. Para baixar o arquivo em pdf, basta acessar a página da revista, clicando aqui.

capa literausten

ENSAIO

  • ORGULHO E PAIXÃO: PRIMEIRAS IMPRESSÕES (Flávia Luciene A. O. Lima e Luana Oliveira Lima)

 

RESENHA

  • ESCRITOS DA JUVENTUDE, ESCRITOS DA VIDA ADULTA: A IMPORTÂNCIA DA JUVENILIA PARA SE ENTENDER JANE AUSTEN (Maria Clara Pivato Biajoli)

 

ARTIGOS

  • THE LIZZIE BENNET DIARIES: umA ADAPTAÇÃO DE ORGULHO E PRECONCEITO PARA O SÉCULO XXI EM FORMATO DE WEBSÉRIE  (Daiane da Silva Lourenço)
  • JANE AUSTEN NO SÉCULO XXI: CONVERGÊNCIA TECNOLÓGICA, RUPTURAS E PERMANÊNCIAS NA WEB SÉRIE THE LIZZIE BENNET DIARIES (Giovana Montes Celinski)
  • ORGULHO E PRECONCEITO: A MULHER INGLESA E O MATRIMÔNIO (1797- 1813 (Natália Cristiane Oliveira dos Santos e Nency Netaly Gomes Furlan)
Anúncios

Para sempre Jane Austen – palestra em Belo Horizonte

Prezados leitores,

a palestra ‘Para sempre Jane Austen’ foi remarcada para o dia 3 de julho às 15:00 no auditório da Biblioteca Pública de Minas Gerais, Praça da Liberdade, 21. O evento é gratuito e aberto a todas as idades!

Quem desejar visitar a exposição, ela se encontra no segundo andar da biblioteca! Imperdível!

para sempre Austen julho

Cancelamento da palestra no dia 29 de maio

Prezados leitores, devido ao anúncio de ponto facultativo feito pelo governo de Minas Gerais, a palestra que seria realizada amanhã dia 29 de maio foi cancelada. Quando a nova data for divulgada, eu aviso à vocês. Obrigada pela compreensão!

No entanto, a exposição “Para sempre Jane Austen” ficará na Biblioteca Pública Luiz de Bessa (Biblioteca Pública de MG) até o final de junho. Participe! Detalhes no cartaz abaixo.

cancelamento da palestra dia 29 maio

Exposição “Para sempre Jane Austen”

 b_popausten 2

Começou no dia 02/05 na Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, espaço integrante do Circuito Liberdade, a exposiçãobcomemorando os 200 anos da obra da autora inglesa. Em parceria com a professora Adriana Sales, a mostra apresentará as obras da autora e tudo que cerca seu mundo literário. Os visitantes serão levados a entrar em um mundo de incrível charme e delicadeza. São livros, filmes, revistas, souvernirs, vestuário e outros itens que remetem a esta celebrada escritora, uma mulher muito a frente de seu tempo, que encantou o mundo com sua forma singular de escrever, pois tinha paixão pela vida.

Para enriquecer a mostra, Adriana Sales fará no dia 29 de maio, a palestra “O legado de Jane Austen: Leituras e Releituras de sua vida e obra.”

Adriana é presidente da Jane Austen Sociedade do Brasil, tendo traduzido três livros da autora para a língua portuguesa. Atualmente está concluindo o doutorado em estudos linguísticos na Faculdade de Letras – UFMG, sobre o fandom digital de Jane Austen no Brasil. É docente no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais e autora do blog Jane Austen Brasil desde 2008.
“Jane Austen tem lugar de destaque na Literatura Inglesa e universal por seu talento e maestria em desenvolver histórias do cotidiano da Inglaterra do século XIX que encantaram e encantam milhares de pessoas ao redor do mundo. Seus livros mais famosos são ‘Orgulho e Preconceito’, ‘Razão e Sensibilidade’ e ‘Emma’. Suas obras tiveram adaptações para o cinema e a televisão em várias partes do mundo e, inclusive, é fonte de inspiração da novela ‘Orgulho e Paixão’ em exibição às 18:00 horas”, destaca Adriana.

Com entrada franca, a exposição será inaugurada em 02 de maio de 2018 às 15:00h,no hall das Coleções Especiais da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, e segue até o dia 29 de junho.

A coordenadora do Setor de Coleções especiais da Biblioteca, Eliani Gladyr, convida:

“Fazer uma viagem no tempo, pensar na ternura de um delicioso romance lido à sombra de uma árvore frondosa e estar enamorado, esta é a proposta da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais ao apresentar ao público Jane Austen e sua obra. A grandeza desta autora, uma mulher à frente de seu tempo cuja literatura emociona, apaixona e nos revela personagens que serão eternos em nossas lembranças, pois cada uma apresenta um pouco daquilo que somos ou que pelo menos sonhamos ser.”

Serviço:

Exposição: Para sempre Jane Austen

Local: hall das Coleções Especiais – Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais

Período da exposição: 02/05/2018 a 29/06/2018

Horário:  segunda a sexta-feira: 08h às 18h

(Praça da Liberdade 21 – Funcionários, Belo Horizonte/MG)

Informações: 3269-1228

Entrada Gratuita

Fonte: Superintendência de Bibliotecas Públicas de Minas Gerais

E-book gratuito: Jane Austen em Portugal

Hoje é dia mundial do livro e a Biblioteca Nacional de Portugal está oferecendo donwload gratuito de seis e-books, entre eles o livro organizado por Rogério Miguel Puga ‘Jane Austen em Portugal: (con)textos’. Eu comprei o livro no ano passado e recomendo! Há inúmeros artigos sobre análises da recepção de Jane Austen em Portugal e o universo de fãs. Corre lá porque o  download gratuito é até às 24 horas!

 portugal

Chamada para envio de artigos Revista LiterAusten

Vejam aqui as normas para publicação.

O tema da terceira edição é “Leituras e Releituras de Jane Austen”.

Conheça um pouco mais sobre a nossa Revista e faça o download gratuito das edições anteriores.

chamada artigo Literausten mai2018Chamada para publicação de artigos até o dia 31 de maio de 2018

 

Queremos as Damas de Época de Volta!

Damas de Época

Pessoal, alguém se lembra da coleção Damas de Época, lançada há alguns anos pela Planeta Deagostini? A coleção, lançada no Brasil em 40 fascículos, abordava o mundo do colecionismo, além de trazer a história das bonecas antigas e sua fabricação. Cada fascículo trazia um livreto, com informações sobre a coleção e sobre a personagem feminina de um livro famoso e uma boneca, em porcelana, representando esta personagem.

Jane Austen teve 5 personagens de seus livros representadas na coleção: Elizabeth Bennet, Emma Woodhouse, Anne Elliot, Fanny Price e Elinor Dashwood. (A Adriana Sales chegou a fazer uma publicação sobre a coleção anteriormente).

Infelizmente, ainda não há nenhuma notícia de que esta coleção será relançada. Mas alguns leitores nos deram a dica de que a editora Planeta DeAgostini está aceitando sugestões sobre quais coleções lançar e relançar. Então, vamos espalhar a notícia e pedir o relançamento da coleção Damas de Época. Façam suas sugestões neste link!

Texto: Pollyana Coura

Discussão da novela Orgulho e Paixão

discussao jasbra

Apresentação:

Em parceria com @moirabianchi @mundojaneausten @shoujocafe a @janeaustenbrasil decidimos criar uma discussão semanal sobre a novela Orgulho e Paixão. As discussões serão iniciadas na comunidade @janeaustenbrasil no Facebook e será feita da seguinte maneira:

– Publicação semanal das impressões sobre os capítulos da semana que já foram exibidos com as participações dos ID que fazem parte deste projeto.

– Publicação diária com comentários dos participantes que estão acompanhando a novela. Todos são bem vindos!

Regras:

1) O participante tem que levar em consideração que se trata de uma produção INSPIRADA em Jane Austen. Portanto, não há como ser totalmente fiel aos livros que foram escolhidos como fonte de inspiração.

2) O participante deverá manter o respeito à opinião alheia para continuar na comunidade.

3) Qualquer pessoa pode participar e enviar links e tópicos para discussão. Porém, os comentários oficiais da @janeaustenbrasil @shoujocafe @fmjaneausten @moirabianchi serão publicados uma vez por semana, com as impressões dos capítulos já exibidos na semana em questão.

4) Observação: a participação deve ser feita no tópico de discussão da semana, para evitar excesso de publicações sobre o mesmo tema. Salvo algumas publicações que extrapolam a discussão dos capítulos, como posts ou links de terceiros.

Alguns links úteis:

– Chamadas da estreia da novela: https://janeaustenbrasil.com.br/2018/03/14/mais-chamadas-da-novela-orgulho-e-paixao/

– Making off da abertura da novela: https://janeaustenbrasil.com.br/2018/03/21/making-off-da-abertura-da-novela-orgulho-e-paixao/

– Primeiro capítulo da novela: https://janeaustenbrasil.com.br/2018/03/21/primeiro-capitulo-da-novela-orgulho-e-paixao/

– Adaptação ou Inspirado? https://janeaustenbrasil.com.br/2018/03/21/afinal-adaptacao-ou-inspiracao/

Afinal, adaptação ou inspiração?

Em uma discussão com Pollyana Coura (que também publica aqui no blog da JASBRA), decidimos tentar explicar as diferenças entre adaptação e inspiração. Muitas pessoas me perguntaram nas redes sociais sobre essa diferença.

Para Polllyana Coura, no campo artístico, a linha que divide adaptação de inspiração é bastante tênue. Um artista pode adaptar a obra de outra artista e esta nova obra tomar uma forma completamente distinta da original. No entanto, como o foco é a nova novela das 6, vamos traçar estas diferenças de maneira mais objetiva e sucinta. Quando um filme, série ou novela diz ser uma adaptação de um livro, significa que o público pode esperar uma obra mais fiel à história original, acompanhando esta história mais de perto e mantendo mais claramente elementos da obra original. Desta forma, quando um filme, série ou novela é inspirado em um livro (ou no caso, livros), fidelidade à obra original não deve ser exigida, sendo que apenas elementos da obra original serão utilizadas, podendo haver mudanças pontuais. Pra efeitos de comparação, diríamos que a série “Orgulho & Preconceito” (BBC) de 1995, seria uma adaptação do livro, enquanto o “Diário de Bridget Jones” seria inspirado no livro.

Eu acredito que por se tratar de uma produção INSPIRADA em Jane Austen, não há como ser totalmente fiel aos livros que foram escolhidos como fonte de inspiração. Veja aqui uma analise sobre adaptações para o cinema e televisão, para você entender melhor do que se trata a novela. E leia aqui sobre novelas que buscaram inspiração na literatura.

casais

Quem é quem na novela Orgulho e Paixão

familioa benedito

Diante de tantas perguntas que surgiram sobre quais os livros serão fonte de inspiração para a novela Orgulho e Paixão e quais personagens representam ou foram inspirados nos originais de Jane Austen, apresento abaixo uma lista resumida (Portal UAI):

Ofélia Benedito (Vera Holtz) – Sem papas na língua, tem uma missão na vida: casar as cinco filhas. Ela passa os dias pensando em bons pretendentes para as jovens. Quanto mais tempo as filhas demoram a se casar, mais a situação financeira da família piora.

Felisberto Benedito (Tato Gabus Mendes) – Um intelectual, professor de todas as escolas da redondeza, casado com Ofélia.

Elisabeta Benedito (Nathalia Dill) – É uma jovem à frente de seu tempo, que se recusa a se casar por conveniência. Apesar de seu forte temperamento, ela encontra em Darcy (Thiago Lacerda) seu par ideal. O casal lutará contra as adversidades para viver este amor.


Jane (Pamela Tomé)
 – A mais velha das irmãs Benedito é também a mais linda. Doce e tímida, a ela não faltam pretendentes.Mariana (Chandelly Braz) – É uma apaixonada radical, sempre em busca de um amor forte e explosivo. Por isso, cai de paixão por Diogo Uirapuru (Bruno Gissoni), o poeta “trovador” que leva uma vida sem regras. Comentário da JASBRA: Vale lembrar que essa Mariana não existe em Orgulho e Preconceito, foi inspirada e Marianne Dashwood de Razão e Sensibilidade.

Cecília (Anaju Dorigon) – É a filha mais caseira da família Benedito. Está sempre cercada de livros com histórias de donzelas em perigo, de mortes por amores e de terror gótico. Comentário da JASBRA: essa personagem não existe em Orgulho e Preconceito, foi inspirada em Catherine Morland de Abadia de Northanger.

Lídia (Bruna Griphão) – É a mais extrovertida das filhas da família Benedito. Para piorar, sua ingenuidade é quase infantil. Ele se mete nas situações mais cômicas possíveis.

Darcy Williamson (Thiago Lacerda) – Nascido no Brasil, é filho do industrial inglês Lorde Williamson (Tarcísio Meira), que, ainda no Império, veio implantar as estradas de ferro no país. Irá se apaixonar por Elisabeta. Comentário da JASBRA: O personagem original de Orgulho e Preconceito se chama Fitzwilliam Darcy.

Julieta Bittencourt (Gabriela Duarte) 
– Emocionalmente distante, severa, educou o filho Camilo (Maurício Destri) sozinha, amando-o muito, mas sem nunca conseguir dar o carinho que o menino precisava. Comentário da JASBRA: Em Orgulho e Preconceito, Camilo Bittencourt não tem mãe.

Susana (Alessandra Negrini) – Dissimulada, manipuladora e sedutora. É o braço direito de Julieta, a Rainha do Café. Vê em Darcy o alvo perfeito para se dar bem na vida. Comentário da JASBRA:  Inspirada na personagem principal do livro Lady Susan, não faz parte do universo de Darcy, por exemplo.

Camilo Bittencourt (Mauricio Destri) – Lindo, doce e romântico, mas de personalidade fraca. Provavelmente devido à superproteção de sua mãe, Julieta. É o melhor amigo de Darcy, a quem considera um irmão. Comentário da JASBRA:  Foi inspirado em Charles Bingley, melhor amigo de Darcy.

Ernesto Pricelli (Rodrigo Simas) – Jovem, bonito e cheio de ideias para mudar o mundo. Filho de imigrantes italianos, Gaetano (Jairo Mattos) e Nicoletta Pricelli (Rosane Gofman). Encontra em Elisabeta não só uma aliada, também um grande amor. Comentário da JASBRA: personagem inspirado na família Price (de Fanny Price), humilde família do livro Mansfield Park.