Jane Austen é destaque em Lisboa

portugal

Hoje à tarde em Lisboa aconteceu um colóquio ´Jane Austen 200 . Portugal´, sob a coordenação de Rogério Miguel Puga. O evento  foi sediado na Biblioteca Nacional de Portugal e mais adiante publicarei notícias sobre as palestras que ocorreram lá.

“O congresso de um dia “Jane Austen 200. Portugal”, organizado pelo CETAPS (FCSH-NOVA) e pela Biblioteca Nacional de Portugal, pretende assinalar os 200 anos da morte da conhecida autora britânica Jane Austen (1775-1817), juntando especialistas em torno da sua obra, bem como da tradução desses textos para português. A par das várias palestras (10 de Maio), haverá um exposição bibliográfica na Biblioteca Nacional (10 Maio), bem como a posterior publicação de um catálogo com os textos apresentados e a lista de traduções de obras da autora para português.”

PROGRAMA:

– Álvaro Pina (Universidade de Lisboa): “Jane Austen: A Arte do Romance”;

– Caroline Jane Knight (descendente de Jane Austen, fundadora da Jane Austen Literacy Foundation. Participação via vídeo, desde a Austrália): “A Jane Austen Literacy Foundation e o livro “Jane and Me” (2017)”;

– Rita Lacerda Watts (Jane Austen Society of North America, Georgia Chapter): “Jane Austen e os Seus Fãs (Fandom) Duzentos Anos Depois”;

-Isabel Canhoto (Mestre pela Universidade de Lisboa, investigadora e tradutora): “The Finest Young Women in the Country: Relação Indivíduo-Sociedade nas Obras de Jane Austen”;

 

– Ana Daniela Coelho (Universidade de Lisboa): “‘A Truth Universally Acknowledged?’ Adaptações de Pride and Prejudice para Televisão e Cinema”;

– Alexandra Lopes (Universidade Católica): “Primeiras Impressões. Traduzir Austen em Contexto português”;

– Cláudia Neves (Mestre pela Universidade Católica): “Jane Austen em Português: As Formas de Tratamento nas Traduções de “Persuasion” em Portugal”;

– Margarida Esteves Pereira (Universidade do Minho): “Becoming Jane e Miss Austen Regrets: Representações e Projeções de Jane Austen no Filme Biográfico”;

– Rogério Miguel Puga (Universidade Nova): “O Falatório (como controlo patriarcal) Face a Condutas Femininas Transgressoras na Novela Epistolar Lady Susan (c.1794), de Jane Austen”.

Fonte: Evensi

 

 

 

 

Jane Austen no Intermídia 2017

Prezados leitores,

amanhã começará na Universidade Federal de Minas Gerais o Intermídia 2017, clique aqui para maiores informações.

No dia 11, quinta-feira, farei a apresentação de um trabalho sobre ‘A popularização de Jane Austen nas Redes Sociais’ – horário: 08 às 09:30

O trabalho faz parte das minhas pesquisas de Doutorado em Estudos Linguísticos na Faculdade de Letras, UFMG.

Intermidia 2017

Edição 37 Persuasions on-line

A edição de Persuasions on-line (publicação semestral da JASNA) está disponível para leitura on-line. Os artigos são quase todos relacionados  ao Bicentenário de Publicação de Emma!

persuasions

Vejam abaixo os títulos dos artigos, e para leitura clique aqui na página da JASNA.

“The Encouragement I Received”: Emma and the Language of Sexual Assault
Celia A. Easton

“Could He Even Have Seen into Her Heart”: Mr. Knightley’s Development of Sympathy
Michele Larrow

Emma’s “Serious Spirit”: How Miss Woodhouse Faces the Issues Raised in Mansfield Park and Becomes Jane Austen’s Most Complex Heroine
Anna Morton

“Small, Trifling Presents”: Giving and Receiving in Emma
Linda Zionkowski

Oysters and Alderneys: Emma and the Animal Economy
Susan Jones

Epistolary Culture in Emma: Secrets and Social Transgressions
L. Bao Bui

Divas in the Drawing Room, or Italian Opera Comes to Highbury
Jeffrey A. Nigro
Andrea Cawelti

Mrs. Elton’s Pearls: Simulating Superiority in Jane Austen’s Emma
Carrie Wright

Multimedia Emma: Three Adaptations
Linda Troost
Sayre Greenfield

Jane Austen’s Emma at 200: From English Village to Global Appeal
Gillian Dow

MISCELLANY

Discerning Voice through Austen Said: Free Indirect Discourse, Coding, and Interpretive (Un)Certainty
Laura Moneyham White
Carmen Smith

“The Bells Rang and Every Body Smiled”: Jane Austen’s “Courtship Novels”
Gillian Dooley

Courtship and Financial Interest in Northanger Abbey
Kelly Coyne

Curious Distinctions in Sense and Sensibility
Ethan Smilie

“If Art Could Tell”: A Miltonic Reading of Pride and Prejudice
James M. Scott

Looking for Mr. Darcy: The Role of the Viewer in Creating a Cultural Icon
Henriette-Juliane Seeliger

Replacing Jane: Fandom and Fidelity in Dan Zeff’s Lost in Austen
Paige Pinto

Fanny Price Goes to the Opera: Jonathan Dove and Alasdair Middleton’s Mansfield Park
Douglas Murray

Austen at the Ends of the Earth: The Near and the Far in Persuasion
Katherine Voyles

Jane Austen Bibliography, 2015
Deborah Barnum

V Encontro Nacional da JASBRA – Você vai perder?

encontro-nacional-jasbra-2016

Prezados leitores,

faltam poucos dias para o V Encontro Nacional da Jane Austen Sociedade do Brasil e ainda dá tempo dos interessados em participar fazer a inscrição para o evento, que é gratuito.

As inscrições podem ser feitas aqui.

Se desejarem verificar a programação do evento, aqui está a Programação do V Encontro Nacional da JASBRA.

Inscrições para ouvintes V Encontro Nacional da JASBRA

Prezados leitores,

quem desejar participar do V Encontro Nacional da Jane Austen Sociedade do Brasil poderá fazer a inscrição gratuita como ouvinte aqui. Setam todos bem vindos!

Veja aqui a programação do evento.

Jane Austen e José de Alencar analisados

 

Hoje apresento o lançamento do amigo Márcio Azevedo: “Mobilidade Social em Orgulho e Preconeito, de Jane Austen, e Senhora, de Jose´de Alencar“.

O livro está à venda diretamente com o autor:

Contato do Facebook ou e-mail: m-azevedodasilva@hotmail.com.

Valor: R$ 40,00 – entrega para todo o país

Editora Livrus – 168 páginas

alecar e austen.jpg

Resumo:

Mobilidade Social em Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, e Senhora, de José de Alencar é o resultado de uma pesquisa minuciosa, defendida na Universidade Federal do Amazonas, em 2015. Os excessos acadêmicos foram retirados para tornar a leitura mais agradável, embora mantenha seu cunho científico com embasamento teórico. O desafio deste trabalho é aproximar autores tão distintos em seus estilos de escrita, porém, perfeitamente aproximáveis quanto às similaridades que se encontram nas duas obras em questão, além dos pontos em que elas divergem. Tratamos a respeito da condição da mulher na sociedade patriarcal, o casamento entre pessoas de classes sociais distintas, o que tornava possível a mobilidade social de status de pobreza à riqueza. Outro aspecto relevante na comparação dos livros, diz respeito aos casais protagonistas. Darcy e Elizabeth Bennet, na trama de Austen, além de Fernando Seixas e Aurélia Camargo, no romance de Alencar, que nos convidam a entrar em um universo de desencontros e dissabores até o desfecho feliz. Desafio aceito!

Pesquisa de Opinião

A Regina Santos, estudante de Design pede nossa ajuda para que ela possa coletar dados para sua pesquisa. 
Regina ainda nos conta que sua história com Orgulho e Preconceito aconteceu com a indicação de amigas sobre o filme de 2005, logo depois li o livro e assistiu a série de 1995 da BBC. Como se a apaixonou pelo filme de 2005, acabou escolhendo Orgulho e Preconceito como tema para construção de um pack para fãs, como Trabalho de Conclusão de Curso. 
Sendo assim, Regina pede que participemos dessa pesquisa que servirá de fundamentação para que ela desenvolva os pack, tendo em mente o público-alvo a quem estes produtos se dirigem. Não é preciso se identificar e todas as  informações serão mantidas em absoluto sigilo, e serão utilizadas em documentos apenas as estatísticas resultantes desta avaliação e esta servirá apenas para fazer uma análise de mercado dentre um público restrito, no caso os apreciadores de Orgulho e Preconceito, e por isso carece de uma análise mais específica e direcionada. 
Para participar, basta responder ao questionário no google docs aqui. Obrigada à todos que se prontificarem em ajudar a Regina! 

Mulheres em Letras e Jane Austen

O V Colóquio Mulheres em Letras acontecerá esta semana entre os dias 18 a 20 de abril na Faculdade de Letras – UFMG. A escritora homenageada este ano é a Lygia Fagundes Telles. 

Como o grupo de pesquisa também tem uma linha de pesquisa sobre representanções de gênero, alguns membros da JASBRA decidiram inscrever trabalhos para apresentação neste colóquio. As duas apresentações acontecerá no dia 18 de abril (confiram abaixo) na Faculdade de Letras: 
16:00h às 17:30h – Sessões simultâneas de comunicações 

Mesa 8: Representações de gênero

Local: sala 3051C –  Coordenação: Maria do Socorro Vieira Coelho (UFMG/Unimontes)

– As relações de gênero na obra Jeannette, de Amélia Beviláqua – Adelino Frazão (UESPI)

– Jane Austen, escritora conservadora ou liberal – ou os dois? – Adriana Zardini (CEFET-MG)

– A criação de personagens masculinas sob a ótica feminina em Orgulho e preconceito, de Jane Austen – Amílcar Figueroa Peres dos Santos (CEFET-MG)

– A representação do feminino no poema ‘A mulher adormecida’, de Cecília Meireles – Roberta Donega Silva (UNESP)

– Figurações do feminino na poética de Cecília Meireles – Nathalia de Aguiar Ferreira Campos (UFMG)

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Clique aqui para maiores informações sobre inscrições para ouvintes e participações em mini-cursos.

Ajude na pesquisa de mestrado sobre Jane Austen

Imagem: Austenprose

Marcela Soalheiro, aluna do mestrado de cinema da UFF no Rio de Janeiro e fã de Jane Austen nos faz um pedido de ajuda! Responder a um questionário sobre Jane Austen.
Marcela nos conta que desde a graduação, desenvolve um trabalho acadêmico sobre o papel dos fãs na produção contemporânea de Austen, e agora, na dissertação, busca traçar um perfil deste fãs no Brasil.
Para isso, desenvolveu um questionário, muito simples e fácil de responder.
Marcela agradece atencipadamente a todos que puderem participar da pesquisa que não dura nem 5 minutos! 
Para responder, clique aqui.