Sanditon: sexo, nudez e escravidão em seriado de TV baseado em Jane Austen

Post original do blog Shoujo Café

A BBC publicou uma matéria com esse título que dei ao post sobre o seriado baseado em Sanditon, obra inacabada de Jane Austen, que está para estrear no canal ITV.  O centro do artigo é Andrew Davies, que assina o roteiro da série.  Para quem não sabe, ou lembra quem é Davies, ele assinou a adaptação de Orgulho & Preconceito de 1995, que quebrou a internet na época quando Mr. Darcy, interpretado por Colin Firth, mergulhou no lago e desfilou com sua camisa molhada.  Não foi a única cena de fanservice de Darcy/Firth em O&P 1995, mas é a que o pessoal sempre cita.

A mocinha que deveria estar de 
cabelo preso, mas não está… Mau sinal.

Pois bem, ao que parece Davies decidiu colocar pimenta em Sanditon.  Provavelmente, ele e a BBC foram meio sensacionalistas na matéria para chamar atenção para a série que está para estrear.  Pois bem, Davies disse que  “Eu tento agradar a mim mesmo quando escrevo estas coisas, sexualizar isso vem naturalmente. Se não estiver lá, eu acho que vamos colocar algumas [cenas de sexo?], eu gosto de escrever e eu gosto de assistir.”  Sei lá, parece que ele está falando de pornografia, não é mesmo?

Andrew Davies ficou um velhinho sinistro.

Segundo a matéria, teremos três personagens masculinas tomando banho nuas na praia e a protagonista, Charlotte (Rose Williams), irá encontrar um casal transando na floresta.  Há, também, Miss Lambe (Crystal Clarke), uma herdeira vinda das Índias Ocidentais cuja mãe era uma escrava.  Imagino que através dela se discutirá o tema da escravidão. No original, Miss Lambe era mestiça, não é invenção da série, só imaginei que iriam colocar uma atriz com a pele mais clara para ressaltar esse fato e, não, inegavelmente negra.  E não estou reclamando, preciso ver o resultado.

Miss Lambe será indiscutivelmente negra.

Davies prossegue falando que a produção é um trabalho de equipe e outros participantes da produção comentam sobre ousadia, desejo, luxúria e que as pessoas de outras épocas não eram muito diferentes de nós.  Sobre a nudez masculina na série, temos o seguinte: “Por muito tempo, foi normal que as mulheres expusessem seus corpos e isso é algo para o qual estamos acostumados culturalmente. Então, para que haja uma discussão agora… a mudança é necessária. É interessante que o foco esteja nos homens se despindo quando as mulheres fizeram isso por tanto tempo”, disse Rose Williams aos repórteres (*usei a matéria do The Telegraph que tinha a fala completa*).  Não vejo nada de positivo em mudar o foco da objetificação, não vejo mesmo.  “Há mais nudez masculina nos dias de hoje porque a nudez feminina pode ser uma área contenciosa”, admite Davies.  Imagino que a série seja inócua, mas não fosse minha experiência com esse tipo de produção, eu ficaria com medo.  Espero que realmente tenhamos as coisas em medidas certas.

A onda agora é tirar a roupa dos mocinhos?  
Eu curto, mas tem que ter um contexto, OK?

Quando Jane Austen faleceu, em 1817, ela estava escrevendo Sanditon, que só contou com 12 capítulos.  Tudo o que vier depois disso, é invenção da produção.  Houve gente que decidiu concluir o livro, a versão mais famosa é a de Marie Dobbs, sob o pseudônimo de “Another Lady”, publicada em 1975.  Andrew Davis tem muita experiência, além de Orgulho & Preconceito, ele tem no currículo  Middlemarch (1994), Vanity Fair (1998), Wives and Daughters (1999), The Way We Live Now (2001), Daniel Deronda (2002), Tipping the Velvet (2002), Sense and Sensibility (2008) etc.   Não estou criticando sexo ou sensualidade em filmes e seriados, não estou dizendo que “Jane Austen está se revirando no túmulo” e nada do gênero.  Estou mais acreditando que se trata de uma abordagem sensacionalista mesmo.  Aliás, o The Guardian reproduz as mesmas falas, também.

Final da novela Orgulho e Paixão

Com o final da novela Orgulho e Paixão, exibida pela Rede Globo no horário das 18:00, os atores Nathalia Dill (Elizabeta) e Thiago Lacerda  (Darcy) fazem um balanço sobre a novela. Confira aqui.

novela

Com o final da novela, houve também uma grande procura pelos livros de Jane Austen nas livrarias de todo o país, confira aqui, a reportagem do site Uol. Segundo o site, um dos casais responsáveis pelo aumento de vendas é o par romântico Emma e Enersto, representados pelos atores Agatha Moreira e Rodrigo Simas (abaixo).

emma

Elizabeth Bennet e Mr. Darcy Sobre o Gelo

Kavita Lorenz & Joti Polizoakis - Pride & Prejudice - 2018.02.19 - 01

Que Orgulho & Preconceito é um romance cheio de ironia, ninguém discute. Mas, admitamos, um dos maiores apelos do livro reside naquela que se tornou uma das histórias de amor mais famosas e deliciosas de todos os tempos.

E o que poderia ser ainda mais romântico do que ver esta história de amor representada através de uma incrível apresentação, em um dos esportes mais belos e charmosos das Olimpíadas de Inverno, como se estivéssemos presenciando Elizabeth Bennet e Mr. Darcy dando voltas e piruetas sobre o gelo?

Kavita Lorenz & Joti Polizoakis - Pride & Prejudice - 2018.02.19 - 02

Pois a dupla Kavita Lorenz e Joti Polizoakis, da equipe alemã, realizou este desejo secreto dos fãs de Jane Austen e da patinação artística, com uma performance sobre o gelo, no dia 19 de fevereiro, durante as Olimpíadas de Inverno 2018, na cidade de Pyeongchang, na Coreia do Sul, ao som da trilha sonora do filme Orgulho & Preconceito, de 2005.

Os alemães dançaram sobre o gelo, ao som de “Dawn” (#01) e “Liz On Top of the World” (#09), faixas do premiado trabalho do compositor italiano Dario Marianelli.

Kavita Lorenz & Joti Polizoakis - Pride & Prejudice - 2018.02.19 - 03

Infelizmente a bela apresentação e a inspirada trilha sonora não foram suficientes para garantir um pódio para a dupla alemã, que ficou em 16º lugar, com 150.49 pontos.

Confiram a apresentação no vídeo abaixo (cortesia do canal alemão Sportschau):

Obrigada a leitora Letícia Trindade, por compartilhar o link da Sportschau, uma vez que o vídeo anterior, postado no Vimeo, foi deletado.

Fonte: sbnation, kbsSportschau, ardmediathek
Texto: Pollyana Coura

Emma – 1967 – Versão da Rádio Televisão Espanhola em 5 capítulos

Esse post é mais uma publicação que teve origem a partir das minhas leituras do blog Hablando de Jane Austen! Vocês sabiam que lá Espanha há adaptações originais de Jane Austen? E o melhor é que está tudo documentado em um artigo de Mari Carmén Romero Sánchez na revista Persuasions da JASNA e também no blog Hablando de Jane Austen.

Leia aqui o post completo e conheça mais sobre as adaptações de Austen para a televisão lá na Espanha.

emma-espanha

Fonte: “Emma”. 1967. Versión de Radio Televisión Española, completa. Capítulos 1, 2, 3, 4 y 5.

Love & Friendship – fotos da adaptação

Confira aqui na página Pipoca Moderna mais fotos da adaptação de Love And Friendship, baseada na obra homônima de Jane Austen!

love1.jpg

O anúncio da adaptação já havia sido feito no nosso grupo lá no Facebook há algum tempo, mas achei melhor registrar aqui no blog, já que o lançamento está previsto para o dia 23 de janeiro no Sundance Festival.

Confiram maiores detalhes abaixo (fonte: Site Pipoca Moderna)

A Westerly Films divulgou as primeiras fotos de “Love & Friendship”, adaptação de “Lady Susan”, uma das obras menos conhecidas da escritora Jane Austen (“Orgulho & Preconceito”), com direção do cultuado cineasta indie Whit Stillman (“Descobrindo o Amor”). As fotos destacam Kate Beckinsale (franquia “Anjos da Noite”) e Chloë Sevigny (série “American Horror Story”) em trajes de época. As duas atrizes trabalharam anteriormente com o diretor em “Os últimos Embalos da Disco” (1998).

Ambientado no final do século 18, o filme acompanha a bela viúva Lady Susan Vernon (Beckinsale), que decide visitar os parentes de seu falecido marido para se distanciar dos rumores sobre seus relacionamentos coloridos. Mas ao chegar na opulenta propriedade decide garantir um novo marido para si mesmo e também para sua filha relutante, Frederica (Morfydd Clark, da série “New Worlds”).

O elenco também inclui Stephen Fry (trilogia “O Hobbit”), Xavier Samuel (“Corações de Ferro”), Jemma Redgrave (série “Doctor Who”) e Emma Greenwell (série “Shameless”).

“Love & Friendship” terá sua première mundial em 23 de janeiro, dentro da programação do Festival de Sundance.