Live 26 – Capítulos 9 ao 16 – Razão e Sensibilidade

Nossa #janeaustenlives de 27 de maio às 20:00 será sobre a leitura dos capítulos 9 ao 16 de de Razão e Sensibilidade / Razão e Sentimento, de Jane Austen. Essa é uma parceria entre a @janeaustenbrasil e o @literafoco (Fabrício Amorim). Aguardamos todos vocês no Instagram!

Live 23 – Capítulos 1 ao 8 de Razão e Sensibilidade

Nossa #janeaustenlives de 20 de maio às 20:00 será sobre a leitura dos 8 primeiros capítulos de Razão e Sensibilidade / Razão e Sentimento, de Jane Austen. Essa é uma parceria entre a @janeaustenbrasil e o @literafoco (Fabrício Amorim). Aguardamos todos vocês no Instagram!

The Austen League: grupo de leitura

Nosso grupo de leitura do CEFET-MG, inciado na unidade de Timóteo, realizará a leitura dos clássicos de Jane Austen no formato digital, por meio de #janeaustenlives no nosso perfil @janeaustenbrasil no Instagram. Está aberto a todos que desejarem participar. Veja a programação de leitura que começa na segunda metade do mês de maio. Junte-se a nós!

Para conhecer um pouco sobre os nossos projetos de intervenção literária no Ensino Médio do CEFET-MG, veja: Filmes e Literatura Comentada – Austen e Gaskell

Quinta edição da Revista Literausten

É com muita satisfação que terminamos o ano de 2019 com a publicação de mais uma edição da Revista Literausten! Desta vez, contamos com a colaboração dos alunos da disciplina “Jane Austen, Crítica Literária e Cultura Popular”, oferecida na Universidade de São Paulo – USP, Departamento de Letras Modernas, pela Dra Maria Clara Pivato Biajoli no primeiro semestre de 2019.

Segundo Maria Clara Biajoli, são apresentados “três artigos sobre Razão e Sensibilidade, um sobre Lady Susan, um sobre Emma e um sobre Amor e Amizade, os quais abordam temáticas diferentes mas que dialogam com o tema geral do curso e com a proposta de trazer um olhar crítico e questionador para a obra de Austen – e, no caso específico do artigo de Débora Spacini Nakanishi, sobre adaptações. São trabalhos acadêmicos de qualidade, apoiados em bibliografia especializada e que contribuem com o desenvolvimento da pesquisa sobre Austen no Brasil. As alunas – graduadas, mestrandas e doutorandas – estão de parabéns pelos resultados e merecem esse espaço de divulgação científica que a LiterAusten fica feliz de propor.

ADAPTANDO UM “HERÓI’ DE AUSTEN: TRÊS VERSÕES DE EDWARD FERRARS – Débora Spacini Nakanishi

A INSTITUIÇÃO FAMILIAR EM RAZÃO E SENSIBILIDADE – Beatriz Rodrigues Ramos

EMMA WOODHOUSE E A AUTORIDADE FEMININA EM CHEQUE – Gabriele Cristina Borges de Morais

Lições para uma vida – Milene de Almeida Silva

RAZÃO E SENSIBILIDADE: RESSIGNIFICAÇÕES LINGUÍSTICAS NA NARRATIVA Dayse Paulino de Ataide

“THE FEMALES OF THE FAMILY ARE UNITED AGAINST ME”: LADY SUSAN EM PRIMEIRAS IMPRESSÕES – Yuriko Bezerra Lima Yogi

Razão e Sensibilidade da Editora LaFonte

A Editora LaFonte acaba de lançar outra tradução de Jane Austen: Razão e Sensibilidade. O livro custa 29,90 reais na Livraria Saraiva. O livro mede 23 x 15,7 cm e possui 272 páginas, e tradução de Ciro Mioranza. O ano de lançamento consta 2017.

A LaFonte também já publicou Orgulho e Preconceito, leia post aqui.

lafonte.png

O resumo da editora:

O cenário é a Inglaterra final do século XVIII, com bailes, carruagens e jantares luxuosos. Após a morte do pai, duas irmãs, Marianne e Elinor Dashwoods, se veem obrigadas a morar de favor numa casa simples e distante, muito diferente do que estavam acostumadas até então. Marianne é romântica. Elinor, reservada. As duas são envolvidas pelas sutilezas do amor e tentam, cada uma e seu modo, sobreviver num modo cujo rumo das paixões se define pela posição social. O antagonismo das irmãs dá alma ao livro de Jane Austen, que narra com perfeição as emoções humanas. Uma história que diverte e encanta até hoje várias gerações de leitores.

A vida das irmãs Marianne e Elinor Dashwood se transforma radicalmente com a morte do pai, cuja herança vai parar nas mãos do filho do primeiro casamento. A história se passa numa época em que, sem dotes, as jovens não tinham a menor chance de conseguir um bom marido. Mas isso não as impede de conhecer o amor. Impulsiva, Marianne se entrega sem pensar à paixão por um homem sem caráter. Já Elinor esconde seus sentimentos, o que não significa que sejam menos intensos. Ao longo da história, as duas enfrentam diferentes provocações numa sociedade movida por dinheiro. A cada reviravolta do destino, o leitor se pergunta: Qual o melhor caminho para a felicidade: razão ou emoção?

Orguho e Paixão – fotos de divulgação

O Jornal o Globo divulgou novas fotos da próxima novela das 18:00 horas ‘Orgulho e Paixão’ baseada em quatro romances de Jane Austen: Orgulho e Preconceito, Abadia de Northanger, Emma, Razão e Sensibilidade.

Natália Dill já me encantou nessas duas fotos! Que sua Elizabeta (Elizabeth Bennet) seja ‘obstinate headstrong girl’!

24051210
Natália Dill como Elizabeta. Foto: Raquel Cunha / Globo

24051211

Foto: Raquel Cunha / Globo

De um lado, uma jovem camponesa que precisa aprender a se entregar à paixão. Do outro, um aristocrata que precisa vencer o orgulho e acreditar que o amor pode superar as diferenças sociais. Orgulho e Paixão, nova novela das seis da Globo, é baseada não em um, mas em quatro livros da escritora inglesa Jane Austen.

Com previsão de estreia em março deste ano, a novela escrita e dirigida por Marcos Bernstein traz os atores Nathalia Dill e Thiago Lacerda como os personagens Elisabeta e Darcy, casal protagonista da trama que se passa no início do século 20.

Mas ela é uma jovem com desejos de liberdade e não de casamento — comportamento que bate de frente com os planos de sua mãe, intepretada pela atriz Vera Holtz.

Fonte: DC

Vejas fotos de outros personagens:

24051215
A matriarca vivida por Vera Holtz vai fazer de tudo para ver as filhas bem-casadas. Foto: João Miguel Júnior / Globo

24051216
O ricaço Darcy, vivido pelo ator Thiago Lacerda, não esperava se encantar por uma camponesa. Foto: João Miguel Júnior / Globo

24051219
Gabriela Duarte integra elenco da novela. Foto: Mauricio Fidalgo / Globo

24051224
Vera Holtz e Tato Gabus Mendes contracenam como pais das cinco irmãs. Foto: João Miguel Júnior / Globo

24051212
Chandelly Braz vive Mariana, irmã de Elisabeta. Foto: João Miguel Júnior / Globo

 

 

 

 

 

 

Ivo Barroso discute sua tradução ‘Razão e Sentimento’

O vídeo, gentilmente cedido pela Editora Nova Fronteira, está disponível no canal Jane Austen Brasil no Youtube! Neste vídeo, o escritor e tradutor Ivo Barroso discute suas escolhas de palavras ao traduzir o título de ‘Sense and Sensibility’ para ‘Razão e Sentimento’ em português brasileiro. Confiram abaixo:

Para mais publicações sobre o Ivo Barroso, clique aqui.

“Quase tudo o que pensamos saber sobre Jane Austen está errado”

secret

O artigo publicado no site BookSeller “Quase tudo o que pensamos saber sobre Jane Austen está errado” é uma declaração de Helena Kelly, autora do livro Jane Austen, The Secret Radical, um livro que será publicado no ano que vem.

A autora – professora da Universidade de Oxford – argumenta que nos acostumamos a uma Jane falsa. Depois de 200 anos de biografias, estudos literários, filmes e adaptações de TV, canecas e toalhas de chá, Austen está agora tão enraizada em nossa consciência cultural que nos desviamos muito dos próprios romances. A própria Kelly foi vítima disso: “Quando eu estava lecionando Austen, muitas vezes eu tinha que voltar ao texto para verificar se o que eu estava lembrando estava realmente lá”. 

Kelly afirma ter sido ‘fisgada’ pela adaptação de Orgulho e Preconceito de 1995, com Colin Firth. Ela e a irmã assistiram a fita de vídeo até estragar. A autora diz que: “(…) eu acho que o que realmente me atraiu foi o modo como as adaptações colocaram em primeiro plano a experiência das mulheres e, especialmente, de uma família de irmãs adolescentes, com essa mistura de afeto e desejo de estrangularem-se. Você não percebe que muitas vezes. “

Por outro lado, Mansfield Park, que ela estudou durante as séries iniciais, foi uma decepção. “Eu achei muito difícil (…)”. Kelly não retomou Austen até seu mestrado no King’s College, em Londres, e, em seguida,   em seu doutorado em Oxford. Antes disso, um curto período na faculdade de direito a convenceu de que uma carreira como advogada não era para ela, entretanto, a experiência de estudar direito lhe deu uma abordagem mais forense aos romances de Austen.“Eu me aproximei deles de modo bem diferente de antes e comecei a notar coisas diferentes”, diz Kelly.

E, de fato, como mostra a Kelly, Emma está repleta de referências. Lembra daquelas crianças ciganas desagradáveis que tentam roubar Harriet Smith? Estão implorando pela estrada porque foram cercados fora de seu acampamento habitual.” Esse ponto de vista sobre Emma permitiu Kelly voltar a estudos os outros romances de Austen. “É tudo sobre confiar no autor. Se você olhar para os textos a sério, então você precisa confiar que o autor quer dizer o que está escrevendo. Austen não faz comentários descartáveis. Se algo está lá, é porque você está destinado a ler e capturar a ideia da autora”.

Em Jane Austen, The Secret Radical, Kelly argumenta que Sense & Sensibility estabelece indignação nua de Austen a respeito da primogenitura, e as mulheres daquela época foram, muitas vezes, deixadas em uma situação de incapacidade financeira por seus parentes do sexo masculino. Mansfield Park é um “romance fanático”, com profundas preocupações acerca da abolição da escravatura, marcada obviamente pelo seu título (Lord Mansfield foi um dos abolicionistas mais proeminentes no final do século 18). Northanger Abbey, traz um teor mais sexual, lança um olhar sobre os perigos do parto, bem como as consequências de não ler livros com atenção suficiente. Persuasão, último romance completo de Austen, é uma meditação agridoce sobre o caos inerente de nossas vidas em um mundo caracterizado pela instabilidade e mudança constante.

Para ler o artigo completo, clique aqui

Dados do livro: 

Editora: Icon Books
ISBNs: 9781785781162/81179
Editor: Duncan Heath

Edição maravilhosa em pré-venda

Para quem adora novos lançamentos, aqui vai uma dica que encontrei na Livraria Saraiva:

novo

Sete romances de Jane Austen: Sense and Sensibility, Pride and Prejudice, Mansfield Park, Emma, Persuasion, Northanger Abbey, Lady Susan. Em uma edição única da Collectible Classics por R$100,00.

Veja detalhes abaixo:

PESO 0.44 Kg
PRÉ-VENDA Sim
MARCA Collectible Classics
I.S.B.N. 9781435158139
REFERÊNCIA .
ALTURA 23.80 cm
LARGURA 16.50 cm
PROFUNDIDADE 6.00 cm
NÚMERO DE PÁGINAS 1232
IDIOMA Inglês

Razão e Sensibilidade – o musical

De 15 de abril a 26 de maio estará em cartaz um musical baseado em Razão e Sensibilidade no Denver Center Theatre Company na cidade de Denver, Estados Unidos.

Algumas imagens do musical:

Assista ao vídeo abaixo:

Confira a página do grupo no facebook ou o site.

No ano passado eu já escrevi um post sobre essa adaptação, leia aqui.