Livros com 50% de desconto! Aproveitem!

Para amenizar a polêmica criada com o último post (a discussão no facebook continua quente), vou divulgar aqui uma dica da Vic Sanborn sobre uma promoção imperdível de livros! Trata-se de uma promoção da Jane Austen Books
Veja aqui a lista completa dos livros com promoção de 50% de desconto! hip hip hurrah!!
Entre eles alguns imperdíveis:
Murder Comes to Pemberley 
Jane Austen Made Me Do It: Original Stories Inspired by Literature’s Most Astute Observer of the Human Heart 
Confessions of a Jane Austen Addict  
Rude Awakenings of a Jane Austen Addict.  
Anúncios

Gazeta de Longbourn Apresenta: Confessions of a Jane Austen Addict/Rude Awakenings of a Jane Austen Addict

“I do not know how I have come to be in this time, in this place, in this body. But I do know that any place where there are six novels by the author of Pride and Prejudice must be a very special sort of heaven.”

Ao início de Confessions of a Jane Austen Addict, após terminar o compromisso com o noivo que a traía, seguida de uma concussão e um porre de vodca, Courtney Stone acorda num quarto que não lhe pertence. Pior: ela também está num corpo que não lhe pertence. Aparentemente, o álcool estava vencido ou talvez a batida na cabeça tenha sido mais forte do que ela imaginara, porque repentinamente Courtney era Jane Mansfield, vivendo numa mansão no interior da Inglaterra à época da publicação de Orgulho e Preconceito.

A princípio, Courtney acredita que está vivendo algum sonho – ou pesadelo, a depender do ponto de vista. Pouco a pouco, contudo, ela percebe que não, ela não está dormindo e sim, ela viajou no tempo, trocou de corpo e está vivendo a vida de outra pessoa, num cenário que em tudo lembra seus romances favoritos – com direito inclusive a mães manipuladoras, cavalheiros misteriosos de casaca e estadias em Bath.

Só que o passado não é apenas flores. Acostumada às facilidades da vida moderna, Courtney se vê às voltas com costumes e situações impensáveis em sua Los Angeles original – a falta de água encanada, a mania dos médicos de sangrarem seus pacientes, a etiqueta sufocante.

Viver na Inglaterra dos romances de Austen não é nada fácil. Especialmente quando você tem um Mr. Edgeworth para confundi-la ainda mais e começa a ter memórias de uma vida que não é bem a sua.

Mas não basta ver como Courtney se vira para se adaptar à vida que teoricamente, era a de seus sonhos – especialmente depois de ter o coração partido pelo noivo mau-caráter. Afinal, o que aconteceu com a verdadeira Jane Mansfield?

A resposta vem em Rude Awakenings of a Jane Austen Addict.

Enquanto Courtney foi parar no período da Regência, Jane está em seu corpo, em sua vida e, a depender das amigas, prestes a ser forçada a entrar na terapia. A salvação de Jane é Wes, melhor amigo de Frank (o ex-noivo), que no final das contas se revela apaixonado pela mocinha.

Nessa confusão de identidades, memórias, passado e presente, o que mais me divertiu foi ver como Courtney e Jane iam se adaptando à realidade em que tinham caído, acostumando-se pouco a pouco com um ritmo de vida que era completamente diferente para cada uma delas.

As duas viviam profundamente insatisfeitas com suas vidas, com suas aspirações, consigo mesmas. Esse talvez tenha sido um dos poucos pontos que me irritou nas duas histórias – eu acho que após passarem pela troca, elas deveriam ter enfrentado cada uma seus próprios problemas e não simplesmente ‘deletarem’ uma vida passada e todas experiências que as moldaram ao longo da vida.

Mas se filosoficamente não concordo com a forma como elas terminam, isso não me tirou o prazer da leitura dos dois livros. Divertidos e inteiramente familiares para todos os fãs de Austen – vocês certamente serão capazes de encontrar muitas passagens que revisitam os temas habituais de nossa autora favorita – Confessions e Rude Awakenings são uma boa pedida se você está procurando algo mais leve para ler no fim de semana. Ou para levar nas férias, que já estão à vista…

* Lu Darce (JASBRA-PE) está à cata de uma máquina do tempo para organizar uma excursão à mansão dos Mansfield – mandei uma carta para Mr. Wells, mas ele ainda não me respondeu. Enquanto esperamos, essas e outras viagens, vocês podem encontrar em Coruja em Teto de Zinco Quente.

Clássicos da literatura recriados no Twitter viram livro

A matéria saiu no O Globo online hoje à tarde sobre o twitterliterature e diz o seguinte: “Lord Byron deve estar furioso. Hemingway indignado. Austen irritada. Mas o inevitável aconteceu: seus textos foram recriados no Twitter e serão publicados em um livro que reúne mais de 60 clássicos da literatura reescritos no microblog.
Foi uma sensação no mercado editorial quando a editora Penguin anunciou que comprou os direitos para o livro “Twitterature”, no qual dois estudantes universitários adaptaram para o Twitter de “Medea” a “Madame Bovary”.
O livro só deve ser lançado na Inglaterra em 5 de novembro, mas uma cópia de serviço foi vista pelo “The Guardiam”.
Romeu tuíta seu lamento de morte: “O, sou um joguete do destino. Talvez só uma ferramenta. E então eu morro. Qual era a mulher que eu estava afim antes de Julieta? Teria sido uma aposta mais segura”.
Sherlock Holmes diz: “Investigação continua. Deduzi coisas brilhantes a partir de poucas evidências. Percebeu restos de sal nos sapatos do dono da fábrica?”.
O jovem Werther de Goethe sofre: “Já disse o quanto estou chateado? Estou muito chateado. #pain #angst #suffering #sexdep.”
Elizabeth Bennet, protagonista de “Orgulho e preconceito” de Jane Austen, diz: “Quanto menos ele parece se importar comigo, mas atraída me sinto. Não parece o oposto do que deveria ser?”
Os autores dizem que o livro não deve ser visto como uma espécie de guia para a leitura de clássicos.”
Diferente do trabalho acima destacado pelo O Globo, a autora
está fazendo um trabalho bem legal ao usar o Twitter para resumir os livros de Austen. Laurie é minha amiga virtual há algum tempo, é autora dos livros: Confessions of a Jane Austen Addict e Rude Awakenings of a Jane Austen Addict, já mencionados aqui no blog. Laurie escreveu todo o livro Persuasão no Twitter, tentou resumir em 140 caracteres passagens dos livro. Atualmente ela está escrevendo Abadia de Northanger. Vale à pena seguí-la e ter um resuminho do livro todo momento que ela publica no twitter.
Aqui vai a mensagem de Laurie no Twitter hoje: Northanger Abbey: “Particularly well…my sister has often trusted me in the choice of a gown. I bought one for her the other day.”

Quem é o melhor Mr. Darcy?

Cansada(o) de discutir quem é o melhor Mr. Darcy? Sim? Então seus problemas acabaram! 🙂
O Jane Austen Centre está promovendo 2009 Regency World Awards, e você poderá decidir os melhores em cada categoria. Incluindo o melhor Mr. Darcy de todos os tempos!
Os vencedores receberão os prêmios em Bath, em uma noite de premiação no Hilton Hotel no dia 08 de julho. Os mais sortudos e afortunados podem comprar os ingressos no mesmo link acima!
Na sua opinião qual ator fez o melhor Mr. Darcy?

Da esquerda para a direita (parte superior): Elliot Cowan (2008), Colin Firth (1995) e Matthew Macfadyen (2005)

Da esquerda para a direita (parte inferior): Martin Henderson (2004), Laurence Olivier (1940) e David Rintoul (1980)

Vocês podem votar nas seguintes categorias:

1) Melhor ator em uma adaptação de Jane Austen (Best actor in a Jane Austen adaptation).

2) Melhor atriz em uma adaptação de Jane Austen (Best actress in a Jane Austen adaptation).

3) Melhor ator coadjuvante (Best Supporting Actor).

4) Melhor adaptação (Best New Adaptation)

5) Melhor livro de ficção – lançamento (Best New Fiction)

6) Melhor livro de não-ficção – lançamento (Best New Non-Fiction)

7) O Melhor Mr. Darcy de todos os tempos (The Jane Austen Sponsored Award – Best Ever Mr Darcy)

Eu já tenho os meus favoritos, e você?

*****

Dica: Minha amiga Laurie Vieira Rigler, autora do Confessions of a Jane Austen Addict está concorrendo ao prêmio de melhor livro de ficção!

Jane Austen e Twitter

Ao visitar o blog Lendo.org do meu amigo André Gazola, guri mais que tri-legal tchê, li um post sobre O que um escritor famoso diria no Twitter? André estava se referindo ao post do blog Livros e Afins. Visitei a página e morri de rir de tanta criatividade literária! O Alessandro Martins, dono do Blog Livros e Afins, fez uma seleção do autores mais famosos e colocou uma frase no estilo do Twitter para cada um deles, em apenas 140 caracteres. O mais interessante, é que os leitores também participaram e foram criando outras fases, também muito divertidas. Até onde eu tinha lido ontem, ninguém tinha criado uma fala para Jane Austen.
Como não tenho como saber se alguém já criou uma frase para Jane, aqui vai a minha:
Jane Austen: “É uma verdade universalmente reconhecida que um homem solteiro, possuidor de grande fortuna, deve estar em busca de escrever mensagens no Twitter.”

Bem, falando de Twitter e Jane Austen, como a Mags do Austen Blog alertou, há uma invasão de Jane Austen também neste site! Muitas pessoas criaram perfis com o nome Jane Austen, ai falam de tudo um pouco. O interesse é que algumas pessoas criaram um twitter para o Mr. Darcy, Lizzie Bennet e até para o Mr. Collins. Adorei!! Lizzie Bennet faz comentários sobre o que pensa do Mr. Darcy e vice-versa.

Minha amiga Laurie Rigler (Jane Austen Addict) também está no Twitter e decidiu fazer o mesmo com o livro Persuasão. Laurie promete contar a história do livro em apenas 140 caracteres por vez. Como ela mesmo disse: não é nada brilhante, nem mesmo literatura, porém tentar escrever a primeira parte do capítulo 1 em apenas 140 caracteres é um desafio divertido!
Aqui está o primeiro post de Laurie no Twitter: “Persuasion, Ch.1: Sir Walter Elliot, baronet, engages in 19th cent. Wikipedi-ing: Rereads and edits entry on the Elliots in The Baronetage.”
Eu também estou no Twitter, particularmente ainda não percebi os benefícios ao usar o site. Espero que aqui no Brasil, não seja usado para assassinar a língua portuguesa ou para se autopromover e contar vantagem (como acontece no orkut).

**********

* Twitte: Twitter é uma rede social e servidor para microblogging que permite que os usuários enviem atualizações pessoais contendo apenas texto em menos de 140 caracteres via SMS, mensageiro instantâneo, e-mail, site oficial ou programa especializado. As atualizações são exibidas no perfil do usuário em tempo real e também enviadas a outros usuários que tenham assinado para recebê-las. Fonte: http://www.wikipedia.org/

Novo livro de Laurie Viera Rigler

Pessoal, primeiro eu peço desculpas por estar tanto tempo fora do ar! Estou trabalhando em todas as minhas horas livres, mas é por uma boa causa! Enfim, ando sem tempo até de assistir televisão!

Hoje eu vou traduzir para vocês um amável e-mail que recebi da Laurie Rigler, onde ela me faz um convite tentador! Quisera eu poder viajar em julho para os Estados Unidos!
Laurie,
we, your brazilian friends and fans, wish you luck! I already voted!

***

Querida Adriana,

Eu lhe desejo uma boa primavera! Espero que você esteja bem e feliz.

Eu estou retornado após hibernar por um longo tempo, pois terminei de escrever meu segundo livro: Rude Awakenings of a Jane Austen Addict (Tradução minha: Rude despertar de uma viciada em Jane Austen). E estou feliz em anunciar que será lançado no dia 25 de junho de 2009, pela editora Dutton.

Eu farei a primeira leitura do livro na livraria Vroman em Pasadena (EUA) em 22 de julho às 19:00, por favor reserve a data!. Adoraria vê-la!

Enquanto isso, aqui vão algumas notícias quentes:

Meu primeiro livro – CONFESSIONS OF A JANE AUSTEN ADDICT (tradução minha: Confissões de uma viciada em Jane Austen), acabou de ser lançado no Reino Unido, foi publicado pela editora Bloomsbury, com uma linda capa!

Além disso, fizeram uma crítica no jornais The Guardian e The Observer. Ainda me nomearam para a premiação do Jane Austen Centre: 2009 Regency World Award for Best New Fiction!

O prêmio The Regency World Awards é patricionado pelo The Jane Austen Centre in Bath (um lindo lugar que visitei quando fiz minhas pesquisas para escrever o livro), e os vencedores são eleitos pelo público.

Então, por favor VOTE AQUI!

Espero que as belezas da primavera lhe tragam muita felicidade,

Laurie

***

Nota: Laurie fala de primavera, pois está se referindo ao hemisfério norte!

Hoje é aniversário do Blog

Hoje é uma data muito importante para este blog! Comemoramos 1 ano de vida!! Dei início a este blog por causa de uma comunidade do orkut (Orgulho e Preconceito) – que participo desde 2006. No ano passado, havia muita gente criando tópicos com dúvidas parecidas a respeito de Jane Austen e seus livros. Então, decidi criar este blog para deixar registrado algumas assuntos básicos sobre Austen, seus livros e assuntos relacionados. Os dois primeiros posts, no mesmo dia inclusive, foram sobre: Pequena biografia de Austen e Os Livros em Inglês no formato eletrônico.

Acontence que de maio até dezembro de 2008, vivi um período criativo, cansativo e estressante de interpretação dos dados da minha pesquisa de mestrado, além da escrita da dissertação. Devido ao excesso de tarefas, o blog não recebeu muitas postagens mensais, mas continou recebendo visitas todos os dias.

Logo no início eu coloquei uma enquete para saber quantos livros de Austen os leitores do blog haviam lido. Abaixo segue a reprodução dos dados até o último dia que a enquete esteve no ar (03 de janeiro de 2009):

Hoje, só tenho a agradecer aos meus mais de 100 visitantes diários e suas contribuições deixadas neste blog!
Também desejo agradecer aos meus seguidores e aos amigos que me presentearam com os selinhos.
Um forte abraço à galera do Chá Cultural e do Chá com Jane Austen!
Abraços também aos novos amigos que fiz aqui! Abraços à Genilda Azeredo! Aos visitantes do exterior, e porque não, que de uma forma ou outra contribuem com este blog: Heather M. Laurence, Laurie Viera Rigler, Jeanne Kiefer, Mags do AustenBlog, Jane Austen Today, JASA, Professora Nadine do JASBA, Sheryl Craig do JASNA, Becky do Jane Austen UK!
Por causa de tantos visitantes este blog muitas vezes está no page rank de 10/10! Esta conquista não é só minha, e sim das pessoas que o visitam e participam! OBRIGADA!

Sequência de Confessions of a Jane Austen Addict

Gente, o novo livro de Laurie Viera Rigler já está quase saindo do forno. Hoje mesmo a autora viajou para New York para acertar mais alguns detalhes do lançamento. Em seu último e-mail, Laurie me autorizou usar a imagem que está em sua página no Facebook para divulgar para vocês!
O nome do livro é RUDE AWAKENINGS OF A JANE AUSTEN ADDICT (Tradução livre: Rude despertar de uma viciada em Jane Austen), é uma sequência do livro anterior: Confessions of a Jane Austen Addict (previsão de lançamento dia 25 de junho):


Aguardem mais informações quando a Laurie voltar de viagem!

Comentário de fã: não está com pinta de adaptação para o cinema ou tv? Ainda mais que Laurie já escreveu uma sequência!!

Confissões de uma viciada em Jane Austen

Hoje farei um post com muita felicidade! Na semana passada tive o prazer de receber um envelope vindo de Passadena/USA com um exemplar de Confessions of a Jane Austen Addict (Confissões de uma viciada em Jane Austen – tradução livre) gentilmente oferecido por Laurie Viera Rigler. Eu conheci Laurie na internet após visitar seu site: http://www.janeaustenaddict.com/

Resumo do livro que está no site de Laurie:

Após tentar esquecer um noivado desfeito lendo os livros de Austen e tomando se embebedando com vodka, Courtney Stone acorda e descobre que não está em um quarto em Los Angeles e até em seu próprio corpo, mas nos aposentos de uma mulher da Inglaterra na época da Regência. Quem, além de uma viciada em Jane Austen assim como ela mesma ousaria imaginar tal fantasia?

Courtney não apenas está na vida de outra mulher, como também é forçada a fingir ser tal mulher; e apesar de não conhecer nada sobre esta mulher, ela consegue enganar até o meso o mais astuto observador. Nem mesmo seu profundo conhecimento como típoica Austen maníaca a preparou para sobreviver na Inglaterra do século XIX, mas deixou de lado a realidade de ser uma mulher solteira que deve resistir bravamente às companhias das mulheres casadas, sedutores e casamentos por conveniência.

Entretanto, este mundo de Austen sem as lentes cor-de-rosa possui seu charme. Existem as viagens para Bath e Londres, bailes e o enigmático Sr. Edgeworth, que em nada se parece com amantes que está acostumada. Enquanto o cérebro de Courtney pipocam de memórias que não são suas, surge uma crise de identidade. Será que ele conseguirá voltar à sua vida de antes? Será que ela quer mesmo voltar?

O livro ainda sem previsão de lançamento aqui no Brasil, já foi lançado em outros países além dos Estados Unidos: Itália, Inglaterra e Países Baixos, com a capa abaixo:

Abaixo, as fotos do presente:

Dedicatória: Para Adriana, copanheiro de vício em Austen – Feliz viagem à Inglaterra de 1813! Felicidades, Laurie Viera Rigler.

Perfil da autora:

Laurie é uma editora freelancer, dá workshops sobre escrita, vive em Los Angeles e é membro da Jane Austen Society of Norht America.


*****

Aguarde em breve mais novidades sobre o novo livro de Laurie e um pouco mais sobre a autora.

Você é viciada em Austen?

Hoje eu vou falar de um assunto que todos nós já percebemos em nosso cotidiano de fãs: somos viciados em Jane Austen! Recentemente conheci a autora Laurie Viera Rigler através de seu site Jane Austen Addict. Laurie escreveu o livro ‘Confessions of a Jane Austen Addict’ (tradução livre: Confissões de uma viciada em Jane Austen). Laurie gentilmente me autorizou traduzir o texto ‘Signs of Addiction‘ – Sinais de Vício.
Sou viciada em Jane Austen – Sinais do vício

* Você se reconhece em alguma destas situações? Se afirmativo, então é hora de revelar!

* Você se esquece de pegar as roupas na lavanderia, mas consegue recitar de cor e salteado a carta do Capitão Wentworth’s para Anne Eliot.
* Seus amigos carregam fotos dos filhos e outras coisas significantes na carteira, enquanto no seu celular tem uma imagem do Colin Firth como Mr. Darcy (ou Matthew MacFadyen, dependendo do seu gosto pessoal).
* Se sua casa está em chamas, você deixa para trás o álbum de fotos da família e seu computador, mas salva sua bonequinha da Jane Austen, a camiseta do Mr. Darcy e o mapa de Bath.
* Enquanto seus amigos fantasiavam sobre o possível vencedor da Copa de 2006, o seu desejo era estar no encontro anual da Jane Austen Society em Tuscon. Contextualizando para as fãs do Brasil: enquanto seus amigos fantasiavam sobre a copa de 2006, você não via a hora de encontrar suas amigas virtuais no próximo orkontro regional.
* Você está com coisas atrasadas no trabalho, escola, organização da casa (complete o espaço em branco de acordo com a sua situação) porque gasta mais da metade do dia visitando os fóruns sobre Jane Austen discutindo se Fanny Price é o exemplo de moral em Mansfield Park ou se é mais chata personagem da história literária.
* Você gasta a outra metade do seu dia nos fóruns discutindo quem é o Mr. Darcy mais bonitão: Colin Firth ou Matthew MacFadyen.
* O ideal de riqueza dos seus amigos é uma casa nas montanhas de Hollywood. Você daria tudo pela primeira edição de Orgulho e Preconceito ou pelo menos uma edição de capa em couro. Falando sério… qualquer uma de nós ficaria feliz da vida com a coleção da Cambridge.
* Você está em uma multidão, numa boate irritante e alguém lhe convida para dançar, você logo responde: “num lugar como esse, seria insuportável” (referência à fala de Mr. Darcy: “At an assembly such as this, it would be insupportable”).
* Você é propenso a fazer citações de romances e filmes, na maioria das vezes fora do contexto (veja citação acima).
* Para seus amigos fazer alguma atividade física significa caminhar ou praticar yoga. Para você é fazer aulas de dança típica da Inglaterra. Quer dizer, se pudesse arrumaria alguém para ir junto com você!

* Sua melhor amiga pensa que você está de brincadeira, apesar de ter visto a última versão de Orgulho e Preconceito duas vezes. Ela, diferente de você, não tem nenhum problema para separar ficção da realidade.

* O seu amado lhe diz que encontraria sua marca favorita facilmente na lojinha mais próxima (com certeza ele não acertará) e acha um absurdo ter que andar de loja em loja porque acha desagradável.

* Você tem apelidos secretos baseados nos personagens de Austen para pessoas importantes em sua vida. Até batiza os animais de estimação em homenagem a um dos personagens. O seu chefe, por exemplo, é o Sr. Noris (referência a tia de Fanny em Mansfield Park). A gata de Laurie se chama Georgiana, em homenagem à irmã de Darcy. Seu marido é o Capitão Harville sempre que ele resolve mexer na caixa de ferramentas, constrói uma prateleira ou pendura um quadro. (E ainda por cima, ele tem que referir-se desse modo também, apesar de nunca ter lido persuasão).
* Você julga os atores e suas respectivas atuações nas adaptações para o cinema e TV dos livros de Austen. Por exemplo, Laurie achou bastante desagradável lembrar-se de Persuasão (1995) quando viu o Ciaran Hinds fazer o papel de um pedófilo na série Prime Suspect series. Captain Wentworth nunca faria tal coisa, ela fez uma tempestade em um copo d’água e logo desligou o DVD. Que vergonha!!
*Por favor, envie seus sinais de vício em Jane Austen! Postarei os meus favoritos aqui no blog! Mas espere, tem mais… amanhã farei um post sobre o artigo de Jeanne Kiefer.
*****
Este post é de direito autoral de Adriana Sales Zardini e Laurie Veira Rigler, se for citar a tradução favor linkar este blog e/ou fazer citação, como abaixo:
ZARDINI, A.S.; RIGLER, L. V. Sou viciada em Jane Austen. Disponível em: www.janeaustenclub.blogspot.com Acessado em: (coloque a data)