Bate-volta de Londres a Winchester, antiga capital real da Inglaterra

O artigo publicado pelo Jornal Estadão vale à pena ser lido, principalmente, por aqueles que desejam conhecer um pouco mais sobre a cidade onde Austen viveu seus últimos dias de vida.

“.. Enquanto nossa turnê atravessava a extremidade leste e depois voltava para a porta principal oeste, ouvimos mais duas histórias. Primeiro, a da romancista Jane AustenEla morreu em 1817 em Winchester durante o tratamento médico que fez em sua casa, nas proximidades de Chawton. Seu túmulo é marcado por uma tábua de ardósia preta que fala da “benevolência de seu coração, da doçura de seu temperamento e das extraordinárias doações de sua mente”. Mas logo após sua morte, notou-se que nem uma das palavras se referia às suas realizações literárias. Uma placa de latão foi adicionada em 1872, uma “framboesa gigante” para aqueles que omitiram essas palavras do tributo na ardósia preta, disse Weeks. Em 1900, um vitral foi instalado acima dos dois marcadores.”

O que fazer em Winchester: da távola redonda a Jane Austen

Neste post do site Viajonarios você encontrará diversas informações sobre cultura, passeio, atrações e alimentação em Winchester – cidade onde Jane Austen faleceu e está sepultada na magnífica Catedral de Winchester.

winchester.png
Fonte: Site Viajários

Artefatos raros em Winchester

Artefatos raros da vida de Jane Austen, incluindo poemas escritos à mão e as primeiras edições de seus livros, estão em exposição em Winchester.

A Catedral de Winchester, onde a escritora está sepultada, começou um a exposição que vai até dia 20 de setembro. Sendo o primeiro de uma série de eventos em comemoração do bicentenário da morte de Jane Austen em 2017.
A exibição, ao lado de sua sepultura, mostra poemas escritos por Jane Austen sobre sua amiga Mrs Lefroy, as primeiras edições de Emma em três volumes de 1816, além de Northanger Abbey e Persuasion publicados juntos em 1818. Está também na exposição a nota escrita à mão pelo irmão de Austen, Henry, com as orientações sobre a inscrição que se encontra hoje no túmulo de Jane Austen.
Os poemas e a nota escrita por Henry pertencem à Winchester College. Esses artefatos nunca sairam da faculdade desde que foram doados à instituição na década de 30.