Escritora inglesa Jane Austen é assunto do podcast sobre literatura do Centro Cultural

Bate-papo é com Adriana Sales, doutora em Estudos Linguísticos pela UFMG e presidente de sociedade dedicada à autora de ‘Orgulho e preconceito’

No quinto episódio do Podcast Leituras, do Centro Cultural UFMG, Adriana Sales, doutora em Estudos Linguísticos pela UFMG e presidente da Jane Austen Sociedade do Brasil, compartilha suas experiências com a leitura, a literatura, suas pesquisas e a paixão pela autora de Razão e sensibilidadeOrgulho e preconceitoEmma e Persuasão.

Adriana conheceu a obra de Jane Austen (1775-1817) na graduação em Letras, época em que estavam em evidência adaptações de filmes e séries do livro Orgulho e preconceito. Em uma viagem a Nova York, adquiriu a coletânea da autora e começou a participar de grupos de discussão sobre Austen. Essa paixão levou-a a fundar a Jane Austen Society of Brasil, nos moldes das sociedades da América do Norte, Austrália e Reino Unido.

No bate-papo, Adriana Sales fala da importância da obra de Austen para o entendimento das questões femininas – ela escreveu numa época em que somente os homens publicavam livros, narrando também histórias de mulheres. Sales diz que a autora enfrentou muito preconceito, e seus primeiros exemplares foram publicados sob o pseudônimo de “By Lady”. A escritora deu voz às mulheres da época, que são protagonistas em sua obra. Isso contribuiu para um registro mais fiel da sociedade de seu tempo.

A popularidade de Jane Austen cresceu com a internet, conta Adriana, mas foram as adaptações audiovisuais de seus livros que reforçaram o apelo comercial de sua obra, transformando-a numa espécie de superstar. “Essa popularização fez multiplicar-se o número de fãs pelo mundo – surgiu, então, o fandom virtual da autora (a palavra significa reino dos fãs, juntando fan kingdom”, explica.

Adriana Sales ressalta que as produções audiovisuais inspiradas na obra de Austen não agradam aos fãs mais puristas, mas alcançam novos públicos e fazem muito sucesso.

Nesse episódio mais recente do Podcast Leituras, a pesquisadora sugere que se comece a ler Jane Austen pelos livros Orgulho e preconceitoRazão e sensibilidade e A Abadia de Northanger, que são da primeira fase de sua produção e têm histórias mais leves. Emma Persuasão são obras mais profundos, segundo Adriana Sales, com trechos muito marcantes sobre a história da Inglaterra.

Adriana Sales é graduada em Letras-Inglês pela UFMG e doutora em Estudos Linguísticos, também pela UFMG, com a tese Jane Austen e seu fandom digital: emergências e propiciamentos em um sistema adaptativo complexo. É presidente da Jane Austen Sociedade do Brasil desde 2009, escreve no blog Jane Austen Brasil, produziu diversos artigos e capítulos de livros sobre a escritora e traduziu EmmaMansfield Park e Razão e sensibilidade. É membro da Jane Austen Society of North America (Jasna) e da Jane Austen Society of Australia (Jasa).

Ouça o podcast na íntegra. 

Leia os artigos de Adriana Sales O universo feminino nas obras de Jane Austen e A identidade feminina na obra Orgulho e preconceito de Jane Austen.

Com Assessoria de Comunicação do Centro Cultural UFMG

Site UFMG

CONTRIBUIÇÕES DO FANDOM DIGITAL DE JANE AUSTEN PARA A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO ACERCA DA ESCRITORA

Já está disponível para download e leitura o artigo que escrevi para o 2o Simpósio Internacional Subjetividade e Cultura Digital sobre o fandom digital de Jane Austen aqui no Brasil. O meu artigo começa na página 416 do arquivo. Esse artigo faz parte da minha pesquisa do doutorado em estudos linguísticos na UFMG, vocês podem acessar a tese aqui.

Dois séculos sem Jane Austen – Rádio UFMG Educativa

O mercado editorial sempre foi muito limitado para as escritoras. Hoje em dia temos mais mulheres escrevendo, publicando e aparecendo no universo da literatura, mas esse espaço é recente. Agora imagine a situação há mais de dois séculos atrás? Pois foi nesse contexto hostil à participação feminina que deflorou uma das escritoras mais influentes da história, a inglesa Jane Austen. Autora de clássicos como Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, suas obras marcaram um novo tipo de romance. E neste mês, lembramos os 200 anos de morte de Jane Austen.

Ouça a entrevista com a Presidente da JASBRA, sigla para Jane Austen sociedade do Brasil, Adriana Sales, que também é doutoranda em estudos linguísticos pela UFMG. Tamanho: 13,70 MB

A entrevista foi ao ar em 28/07/2017 no programa Universo Literário. Ouça aqui.

radio-logo-pequena.gif

 

Jane Austen na Rádio UFMG Educativa

Prezados leitores, estou bastante afastada do blog nesses últimos devido aos compromissos em homenagem à Jane Austen no Rio de Janeiro. Em breve eu publicarei as imagens e impressões aqui no blog, ok?

Eu estou publicando esse post para avisar que recebi um convite da Rádio UFMG Educativa para conceder uma entrevista a respeito de Jane Austen, na próxima segunda-feira, dia 24 de julho de 2017 às 09:15 da manhã. Por motivos de falhas técnias, a entrevista foi transferida para o dia 28 de julho e está disponível aqui para baixar ou escutar on-line.

radio ufmg

Para escutar a rádio clique aqui. Posteriormente eu colocarei aqui o link para quem não puder escutar o programa em tempo real.

Escola de Veterinária e UFMG

Achei tão bonitinho e gentil a atitude do responsável pela nova logomarca da Escola de Veterinária da UFMG, que resolvi publicar aqui no blog. Eles citam e usam a fonte Jane Austen ao criar e apresentar a nova identidade visual da faculdade! Vejam os detalhes aqui neste post.

veterinaria.jpg

Jane Austen é Pop – Mulheres em Letras na UFMG

Hoje a partir de 15:45, Adriana Sales (Presidente da Jasbra) fará uma palestra na UFMG, com o título “Jane Austen é Pop”. A apresentação deste trabalho tem como objetivo fazer uma discussão a respeito das produções para o cinema e televisão, assim como os desdobramentos nas redes sociais, inclusive Youtube, que transformou Jane Austen em cultura pop.

pop

 

Jane Austen no Intermídia 2017

Prezados leitores,

amanhã começará na Universidade Federal de Minas Gerais o Intermídia 2017, clique aqui para maiores informações.

No dia 11, quinta-feira, farei a apresentação de um trabalho sobre ‘A popularização de Jane Austen nas Redes Sociais’ – horário: 08 às 09:30

O trabalho faz parte das minhas pesquisas de Doutorado em Estudos Linguísticos na Faculdade de Letras, UFMG.

Intermidia 2017

Mulheres em Letras e Jane Austen

O V Colóquio Mulheres em Letras acontecerá esta semana entre os dias 18 a 20 de abril na Faculdade de Letras – UFMG. A escritora homenageada este ano é a Lygia Fagundes Telles. 

Como o grupo de pesquisa também tem uma linha de pesquisa sobre representanções de gênero, alguns membros da JASBRA decidiram inscrever trabalhos para apresentação neste colóquio. As duas apresentações acontecerá no dia 18 de abril (confiram abaixo) na Faculdade de Letras: 
16:00h às 17:30h – Sessões simultâneas de comunicações 

Mesa 8: Representações de gênero

Local: sala 3051C –  Coordenação: Maria do Socorro Vieira Coelho (UFMG/Unimontes)

– As relações de gênero na obra Jeannette, de Amélia Beviláqua – Adelino Frazão (UESPI)

– Jane Austen, escritora conservadora ou liberal – ou os dois? – Adriana Zardini (CEFET-MG)

– A criação de personagens masculinas sob a ótica feminina em Orgulho e preconceito, de Jane Austen – Amílcar Figueroa Peres dos Santos (CEFET-MG)

– A representação do feminino no poema ‘A mulher adormecida’, de Cecília Meireles – Roberta Donega Silva (UNESP)

– Figurações do feminino na poética de Cecília Meireles – Nathalia de Aguiar Ferreira Campos (UFMG)

Para conferir a programação completa, clique aqui.

Clique aqui para maiores informações sobre inscrições para ouvintes e participações em mini-cursos.

O universo feminino nas obras de Jane Austen

Com o corre-corre do meu dia-a-dia acabei me esquecendo de divulgar um artigo que escrevi para Revista Em Tese da Pós Graduação em Estudos Literários da UFMG. Participei de um congresso Chamado Mulheres em Letras e após a minha apresentação, fui convidada a escrever um artigo para a revista.
Entre os pontos que merece destaque neste artigo estão: o papel da mulher na sociedade, no casamento e dentro do seio familiar, os direitos da mulher e por fim, Jane Austen e o feminismo.

Abaixo, o arquivo gratuito para download:

Jane Austen será homenageada na UFMG

O grupo de estudos literários ‘Mulheres em Letras‘ da Universidade Federal de Minas Gerais realizará o I Encontro Nacional e III Colóquio Mulheres em Letras, entre os dias 5 a 7 de maio/2011. Sob o nome de ‘Escritoras de ontem e de hoje’ o encontro fará diversas homenagens à escritoras de várias gerações, entre elas nossa querida Jane Austen. O evento é aberto à todos interessados em literatura de autoria feminina.
Para quem deseja conhecer um pouco mais sobre o grupo de estudos ‘Mulheres em Letras‘,  visita o site aqui. É possível ler os jornais publicados pelo grupo, entre outros assuntos.
Além de Austen, as homenageadas são: Elisa Lispector (irmã de Clarice), Dinah Silveira de Queiroz (além de escritora, foi tradutora, inclusive de Razão e Sensibilidade), Elizabeth Bishop e Teresa Margarida da Silva Orta. Confira detalhes sobre as homenageadas aqui.
A homenagem à Jane Austen será feita por mim, Adriana Zardini,  e Elaine Rodrigues (membro da JASBRA e professora de Inglês e Literaturas Americana-Inglesa) em uma seção de mesa redonda.
Além disso, foram convidadas diversas escritoras para debates e palestras. Entre elas: Lya Luft, Vera Casa Nova, Lúcia Castello Branco, Ruth Silviano Brandão, Cristiane Sobral, Leda Maria Martins e Carola Saavedra. Veja aqui maiores detalhes.
A programação completa poderá ser acessada aqui, e para aqueles que desejam participar do evento como ouvintes o valor é R$ 10,00 (pelos três dias), clique aqui e faça sua inscrição.
Local do evento: Faculdade de Letras da UFMG, Campus Pampulha em Belo Horizonte.