Marca de Pão Lança Comercial Inspirado em Orgulho & Preconceito

Comercial Pride and Breadjudice 02

A marca inglesa de pão Warburtons, fundada em 1870, encontrou uma maneira divertida de contar sua história, através do vídeo “Pride and Breadjudice” (Orgulho e Pãojuízo), divulgado em 4 de outubro.

Comercial Pride and Breadjudice 01

Sem nenhuma pretensão, o comercial, que faz parte da campanha ‘From Our Family To Yours’ (Da Nossa Família Para Sua), é uma versão cômica, inspirado no livro “Orgulho & Preconceito”, da autora Jane Austen, misturando elementos facilmente reconhecidos da cultuada série da BBC, “Pride & Prejudice” (1995), do filme “Pride & Prejudice”, de 2005, além de ter uma cena inspirada no filme “Ghost: Do Outro Lado da Vida” (1990).

Durante sua duração, de mais de 3 minutos, é possível identificar locações utilizadas tanto na série de 1995 – como a mansão localizada em Lyme Park -, quanto no filme de 2005.

Confira a tradução da descrição do comercial, conforme publicado no site da própria empresa:

Orgulho e Pãojuízo – o novo comercial da Warburtons, estrelado por Peter Kay – retrata a história de amor, que deu o pontapé inicial à padaria familiar, há 141 anos.

Como protagonista, desta adaptação hilária, Peter desempenha o papel de Thomas Warburton, um vendedor de sementes, que se apaixona por Ellen Warburton, enquanto eles juntam forças na criação da Warburtons Seeded Batch.

Como você pode ver por si mesmo, o resto é história.

Confira o comercial “Pride and Breadjudice” abaixo:

E aí, o que vocês acharam?

Fonte: Warburtonsuk, warburtons.co.uk
Tradução e Texto: Pollyana Coura

Anúncios

Mr. Bennet nos Deixa! – Morre aos 80 anos, o ator Benjamin Whitrow

3408

Mr. Bennet nos Deixa! – Morre aos 80 anos, o ator Benjamin Whitrow

Morreu em 28 de setembro de 2017, o ator Benjamin John Whitrow, 80 anos, nascido em 17 de fevereiro de 1937.

“Benjamin Whitrow nunca teve uma atuação ruim”, disse Laurence Olivier, que empregou o ator em sua companhia de Teatro Nacional, na Old Vic, por sete anos no final da década de 1960.

Como ator, Whitrow possuía uma racionalidade controlada, uma surpreendente quietude no palco e a capacidade, ocasional, de surpreender o público com uma explosão controlada ou um intenso olhar fixo. Alto e esbelto, com uma bela voz, Whitrow era um mestre em sua profissão e, como tal, um luxo como ator coadjuvante.

Ele pode ser melhor lembrado por seu papel como o resoluto e conciliador Sr. Bennet, na famosa série da BBC TV, Pride and Prejudice (1995), com Jennifer Ehle como Elizabeth e Colin Firth, alçado ao estrelato, como o Sr. Darcy; a quietude hilária do personagem de Whitrow fazia par com a escandalosa e cacofônica Sra. Bennet, de Alison Steadman.

Tranquilo e reservado como ator, ele foi mais aberto em sua vida privada, embora nunca para se autopromover. No entanto, Whitrow despertou o interesse público, quando surgiu a notícia de que havia tido um filho com a atriz Celia Imrie, que não quis se casar com ele, após se separar de sua esposa, Catherine Cook, uma enfermeira, com quem ele se casou em 1972, e com quem manteve uma boa relação até o fim de sua vida.

Em sua casa, no sul de Wimbledon, Londres, Whitrow era um colecionador de livros, que amava orquídeas selvagens, golfe e jogos de baralho. O ator deixa filhos, Hannah, Tom e Angus, além de quatro netos.

Fonte: theguardian
Tradução e Adaptação: Pollyana Coura

 

Jane Austen Behind Closed Doors

O documentário de Lucy Worsley chamado ‘Jane Austen Behind Closed Doors’ e exibido pela BBC está disponível no Youtube. A apresentadora apresenta diversos lugares onde Austen viveu!! Confiram abaixo:

Jane Austen como paródia de Willy Wonka

Lembra daquele garoto humilde encontrando o bilhete dourado no filme A Fantástica Fábrica de Chocolate? 

Pois alguns privilegiados moradores do Reino Unido terão a chance de viver uma experiência semelhante, caso recebam uma nota de 5 libras contendo o retrato microscópico de Jane Austen!

O responsável por esta proeza foi Graham Short, que não imaginava que a paródia de Willy Wonka poderia render cerca de R$200 mil a cada nota contendo a mini-arte estampada!

O artista teve a ideia de gravar um retrato de 5mm da autora de Orgulho & Preconceito na parte transparente da nova nota de 5 libras em homenagem ao 200º aniversário do falecimento da escritora, que está sendo celebrado neste ano.

Ele incluiu uma citação diferente em torno de cada arte, garantindo que elas sejam obras únicas.

Qualquer um que encontrar uma dessas notas deve entrar em contato com a galeria Tony Huggins-Haig, em Kelso, onde o projeto foi concebido. O dono da galeria disse à BBC que a notas podem valer dezenas de milhares de libras em um leilão.

Por que quatro notas novas de 5 libras em circulação valem R$ 200 mil cada

E para a alegria geral de Bath na Inglaterra, foi divulgada a notícia de que uma quinta nota com o microrretrato elaborado por Grahan Short será doado ao The Jane Austen Centre!

Short disse à Radio BBC de Bristol que apresentaria a nota ao The Jane Austen Centre como um presente emoldurado para marcar o 200º aniversário da morte da romancista. Ele vai voltar para Bath no dia 18 de julho com a nota que, conforme dito por ele, “será emoldurada com vidro nas costas e na frente para melhor visualização”.

A quinta nota, como as outras quatro, tem um pequeno retrato de Jane, juntamente com uma citação de um de seus romances famosos. A cédula que estará exposta no The Jane Austen Centre é do Capitão Wentworth em Persuasão, a saber: “Você trespassa a minha alma. Sou metade agonia, metade esperança.”

A Fifth Jane Austen Note Is Coming To The Centre!

 

Edição 83 da Revista Jane Austen’s Regency World

A edição de Setembro/Outubro da Revista Jane Austen’s Regency World acaba de chegar às minhas mãos, cheia de artigos interessantes.

A capa abaixo, traz o ator Aidan Turner em cena de um dos episódios de Poldark, uma série da BBC que está na segunda temporada em exibição lá na Inglaterra.

Para quem ainda não sabe, a revista é uma importante fonte de artigos e notícias relacionados ao universo Austen e o editor Tim Bullamore oferece aos leitores deste blog um desconto para assinatura, para assinar a revista, com desconto exclusivo de 20% para o Jane Austen Brasil, basta clicar aqui

jarw83.JPG

 Veja abaixo alguns assuntos também nesta edição:
  • Poldark returns The Cornish Mr Darcy will be back on our television screens this autumn
  • Scandal at Stoneleigh A murder tale comes close to Jane Austen’s maternal family
  • Austen for caregivers Carol J Adams looks at the link between Austen, the First World War and 21st-century caregivers
  • Women against slavery Meet those women who campaigned against the heinous trade in human beings
  • The real Lady Susan Take a look at Lady Susan Vernon, Austen’s youthful creation
  • Janeites in DC A preview of this year’s JASNA AGM which is taking place in October
  • News from Austen societies in the UK and the US

Encontrados fragmentos escondidos de Jane Austen que podem estar ligados à Mansfield Park

De acordo com informações da BBC News. Assista ao vídeo abaixo:




Segundo o site Literatortura:

Conservadores do Museu da Jane Austen, em Chawton, na Inglaterra, encontraram um trecho inédito supostamente escrito pelo punho da autora. Nunca antes descoberto, o manuscrito passou 150 anos preso a uma carta para Jane Austen de seu sobrinho, o reverendo James Austen-Leigh, dentro de uma primeira edição das memórias da escritora.



Um grupo de pesquisadores da West Dean College, conseguindo desgrudar o fragmento, decifrou as seguintes palavras: “…grande propriedade preservada – onde quer que seja… queria ser  absolvido do Supersticioso… do Papismo… onde quer que novos estivessem para ser… compostos a fim de preencher e conectar os Serviços… com um espírito verdadeiro.”.
Já na frente do texto, um sermão de Austen-Leigh, lia-se: “Os homens podem cairem um hábito de repetir as palavras de nossas Orações de cor, talvez sem entendê-las completamente – com certeza sem sentir completamente sua força e significado integrais.”.
Apesar de confusos, para especialistas, os fragmentos ecoariam uma passagem do capítulo 34 de “Mansfield Park”na qual as personagens de Henry Crawford, Fanny Price e Edmund Bertram discutem o sermão deste último, e talvez até elucidem a indagação de Crawford: “Muitas vezes fico pensando como a oração deve ser lida, e desejando poder lê-la eu mesmo.”.Levanta-se também a hipótese de que a própria Jane, além de influenciado as ideias da família, tenha escrito os sermões do sobrinho, que, tsc, tsc, escreveu: “Essa é a escrita, mas não as palavras, da autora Jane Austen, minha tia” – nem me fale da violação de propriedade intelectual.
Pertençam a quem pertençam, as palavras serão expostas ainda este ano na Casa-Museu Jane Austen, última morada da famosa escritora.
Veja uma publicação da BBC aqui.

Trailler de ‘Death Comes to Pemberley’

Acabo de descobrir o trailer de Death Comes to Pemberley:

 

O que vocês acham? Principalmente aqueles que leram o livro?

Detalhes: canal BBC1 agendou para o dia 26 de dezembro a estreia da minissérie Death Comes To Pemberley, adaptação de Juliette Towhidi da obra de P.D. James que, por sua vez, utiliza os personagens de Orgulho e Preconceito, obra de Jane Austen, para narrar sua história. A história acompanha Elizabeth (Anna Maxwell Martin, de The Bletchley Circle) e o Sr. Darcy (Matthew Rhys, de The Americans) que, seis anos após os fatos ocorridos no livro de Austen, vivem em Pemberley com seus dois filhos. No momento em que organizam um baile, eles são surpreendidos por Lydia (Jenna-Louise Coleman, de Doctor Who), irmã de Elizabeth, que chega com a notícia de que seu marido George Wickham (Matthew Goode, de Dancing on the Edge) foi assassinado. Uma investigação tem início levantando suspeitas e revelando segredos. No elenco também estão Rebecca Front (The Thick of It), James Fleet (Little Dorrit), Penelope Keith, Joanna Scanlan (The Thick of It e Getting On), Eleanor Tomlinson (The White Queen),James Norton, Tom Ward (Silent Witness) e Trevor Eve (Waking the Dead). A minissérie tem três episódios produzidos pela BBC Drama em parceria com a Origin Pictures e apoio financeiro da Screen Yorkshire.

Fonte: Veja.com

 

Morte em Pemberley será exibido no Natal

Por indicação da Samanta Fernandes –  do Improvement of Mind – fiquem sabendo que Death Comes do Pemberley (Morte em Pemberley) tem sua estreia marcada para o Natal a ser exibido pela BBC one na Inglaterra. Serão três episódios baseados no livro de P. D. James. Conheça mais a história aqui.
 
 
 
 
 

Death comes to Pemberley – filme dos bastidores

Baseado no livro de P. D. James, a BBC está produzindo Death Comes to Pemberley, no Brazil o livro foi publicado pela Cia das Letras com o título: Morte em Pemberley.

Nova Adaptação BBC – Novo Mr.Darcy? Nova Lizzie?

Desde o final de semana  começou um “burburinho” sobre a nova série da BBC: DEATH COMES TO PEMBERLEY.

Então para o papel de Mr.Darcy foi escolhido o ator Matthew Rhys!

E para Lizzie a atriz Anna Maxwell Martin!

E vcs o que acharam da escolha?
Mais informações no link abaixo: