Jane Austen Day em Porto Alegre

Acabo de ler a respeito de mais um evento em homenagem à Jane Austen! Desta vez, em Porto Alegre!

c01e3e32ef15d1ba7631d8980b273f38

Para comemorar os 200 anos da morte de Jane Austen, o evento no dia 18 de julho, terça-feira, confira a programação:

MANHÃ – Instituto de Letras – UFRGS – Câmpus do Vale

10h-12h – Sessão de Pôsteres

TARDE – Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães

15h-18h30 – Sessões de Comunicações

NOITE – Biblioteca Pública Municipal Josué Guimarães

19h-21h – Mesa-redonda com participação de quatro especialistas na autora inglesa:

DIRETO DE LONDRES:
Deborah Simionato, doutoranda da UFRGS (em vídeo)

DIRETO DE SÃO PAULO:
Carol Chiovatto, tradutora de Orgulho e Preconceito pela Giz Editorial (em vídeo)

DIRETO DE PASSO FUNDO:
Bianca Rossato, doutoranda da UFRGS

DIRETO DE PORTO ALEGRE:
Ana Iris Ramgrab

E organizadora Elaine Indrusiak

Fonte: Página do Evento no Facebook

Anúncios

Quartas – Minha história com Jane Austen: Bianca Rossato

Prezados leitores, hoje é dia da Coluna das quartas-feiras: Minha história com Jane Austen! 
Com vocês: 
Bianca Rossato (JASBRA-RS)
Ao contrário de grande parte das colegas da Jane Austen Sociedade do Brasil, eu não conheci as obras austenianas na adolescência, o que é uma pena. Assim mesmo, “antes tarde do que mais tarde”, como dizia uma amiga. A primeira obra que li foi Orgulho e Preconceito, já no fim da faculdade de Letras (infelizmente, aqui no Brasil, em cidades menores o foco é muito restrito à literatura brasileira apenas), depois de a professora ter mostrado trechos da versão fílmica de 2005. Eu sentia a necessidade de expandir minhas leituras, ainda restritas. Quando li P&P, foi amor à primeira vista e as minhas “primeiras impressões” não estavam erradas!!! Intrigava-me muito o posicionamento intelectual mais independente de Lizzy Bennet (embora eu ache que tenho mais um estilo Jane Bennet ou Elinor Dashwood).
Quando estava em vistas de completar a faculdade, precisando organizar um projeto para a monografia, uma professora de literatura me entregou nas mãos Orgulho e preconceito e zumbis. Eu fiquei meio apavorada com a idéia, mas pensei “vamos ver qual é a desse cara!!”. Foi interessante, porque pessoalmente eu andava precisando eliminar alguns zumbis da minha vida. Com esse trabalho fui ao Rio de Janeiro participar de um evento sobre o insólito na literatura, na UERJ. O que é mais insólito do que zumbis em uma obra austeniana? Lá, tive o prazer de conhecer a Adriana Zardini e algumas meninas da Jasbra e, assim, entender um pouco mais qual era a dimensão do impacto do trabalho de Jane Austen. Lembro-me que naquela viagem, visitei a livraria da Travessa (que perdição!!) e me perdi comprando as obras dela e da Virginia Wolf. Eu queria a livraria inteira!!


Durante o IV Encontro Nacional da JASBRA (2013)

De lá para cá, a paixão cresce a cada leitura e a cada produção fílmica que acompanho. (Perdoem-me as fãs da produção da BBC, mas o Mathew Mcfayden e o Mr. Darcy do The Lizzy Bennet Diaries, são os meus preferidos!!! – embora eu confesse que desenvolvi uma recente “crush on” Mr. Wentworth). Jane Austen é minha companheira das horas vagas e, se tudo der certo, das minhas horas de estudo, agora que estou voltando a estudar! Até meu “namorido” já sabe que a Jane Austen está entre nós!!

Coleção da biblioteca de Bianca Rossato

The Lizzie Bennet Diaries em DVD

Vejam que legal essa dica da leitora Bianca Rossato! A série The Lizzie Bennet Diaries será vendida em DVDs! 🙂  Para quem não conhece a série, fiz um post falando sobre as legendas agora em português, clique aqui.

Se o projeto der certo, as capas dos DVDs devem ficar mais ou menos como mostradas acima.

Acompanhe os detalhes desse projeto aqui ou no vídeo abaixo.