Feliz Aniversário Jane Austen!

zardini_austen

Se fosse possível uma pessoa viver tanto tempo, hoje Jane Austen faria 242 anos! Vejam que menção delicada o pai da escritora, Reverendo George Austen escreveu:

“temos uma outra menina, uma boa diversão e futura companhia para sua irmã Cassy. Ela se chamará Jenny…”

  • Cara do Rev. George Austen para Mrs. Walter, 17 de dezembro de 1775.

“We have now another girl, a present plaything for her sister Cassy and a future companion. She is to be Jenny….”

Tenho certeza que essa mocinha Austen que nasceu no dia de hoje trouxe muitas felicidades aos seus pais! Assim como nos presenteou com obras fantásticas! Parabéns querida Jane!

 

Anúncios

Happy Birthday Jane!

Hoje é aniversário de Jane! Temos muito o que agradecer a essa fabulosa escritora que muito bem retratou sua época, os costumes e rotinas das pessoas!
Jane Austen nasceu no dia 16 de dezembro, no comecinho da noite, na casa da paróquia de Steventon, Hampshire. Não houve necessidade de um médico, já que era raro chamar um naquela época e também porque o médico mais próximo  estava a 7 milhas de distância. Os pais de Jane ficaram muito felizes por terem uma segunda filha, o que seria um presente para Cassandra (a única irmã de Austen) e seria sua companhia. A bebê Jane foi logo batizada por seu pai, como todas as crianças da família. Fariam a cerimônia na igreja mais tarde, quando tempo estivesse melhor. A mãe de Austen não deveria colocar os pés fora da cama por cerca de duas semanas. Quando as crianças finalmente foram autorizadas a entrarem no quarto onde Jane se encontrava, viram que o bebê tinha um rostinho redondo, bochechinhas gordas e negros olhos! Todos concordaram que ela se parecia com Henry, um dos irmãos.
***
Tradução e adaptação de Adriana Zardini baseada no texto de Claire Tomalin,
retirado do livro Jane Austen – A Life, páginas 3, 4 e 5.
Leia também: O batismo de Jane

As três peças de Jane Austen

Apesar do pai de Jane ter sido um pastor, isso não impediu que seus filhos pudessem conhecer as peças teatrais da época. Jane chegou a escrever três textos que podem ser chamadas de peças teatrais. Os irmãos de Austen talvez tenham começado a gostar de teatro quando viveram em Oxford, resultando numa série de atuações domésticas no período de 1782 a 1790. De acordo com Claire Tomalin, as peças fizeram parte da educação de Jane e Cassandra. Além disso, a leitura de peças era algo absolutamente normal na casa de Jane, tornando-se um dos passatempos prediletos da família: ler em voz alta e até mesmo improvisar um pequeno teatro em casa. A verdade é que desde a infância, Jane lia peças, analisava os personagens e certamente os reproduzia em suas primeiras experiências como escritora.

Os escritos da juvenília de Austen incluem três paródias escritas em forma de pequenas peças: ‘The Visit’, ‘The Mystery’ e ‘The First Act of a Comedy’ (textos ainda sem tradução para o português). Encontrei as três peças no livro Catherine and other writings abaixo:


‘The Visit’ (uma comédia em dois atos), assim como as outras duas, foi escrita nos moldes de uma peça, com indicações e instruções para os movimentos dos atores. A mini-peça foi dedicada ao Reverendo James Austen (irmão da escritora) e consiste apenas de quatro páginas. Os personagens são: Sir Arthur Hampton, Lady Hampton, Lord Fitzgerald, Miss Fitzgerald, Stanly, Sophy Hampton, Willoughby (sobrinho de Sir Arthur) e Cloe Willoughby.

‘The Mystery’ (uma comédia inacabada), possui apenas duas páginas e foi dedicada ao pai de Austen, o Reverendo George Austen. Os personagens são: Coronel Elliott, Fanny Elliott, Sir Edward Spangle, Mrs. Humbug, o velho Humbug, o jovem Humbug, Daphne e Corydon.

Em ‘The First Act of a Comedy’ Jane faz uma paródia de uma burletta (opereta cômica). Os personagens são: Popgun, Maria, Charles, Pistoletta, Postilion, Hostess (anfitriã), coro de Ploughboys e Strephon, Cook and Chloe.
Em outros textos de Austen é possível ver a influência do teatro em sua vida. Em Mansfield Park, por exemplo, Jane cita diversas peças ao longo do livro e, de fato, assistiu algumas dessas peças.

Uma boa dica para conhecer mais sobre a relação de Austen com o teatro, indico o livro: Jane Austen and the Theatre.

O Batismo de Jane Austen

Voltando ao tema religiosidade e Jane Austen, hoje apresento um pouco mais das minhas descobertas!
Como sabemos, Jane nasceu em 16 de Dezembro de 1775 em Hampshire e seu pai era pastor em Steventon. Abaixo, uma imagem do livro de registros:

Jane foi batizada somente alguns meses após seu nascimento porque as mães daquela época mal saíam dos quartos no primeiro mês de vida do bebê. No caso do nascimento de Jane Austen, por ser dezembro um mês frio e especificamente este mês no ano de 1775 foi surpreendemente frio, os pais da bebê Jane resolveram batizá-laem casa mesmo. Somente em 05 abril do ano seguinte é que levaram a pequena criança para o bastimo na igreja (Tomalin, 1997).
Abaixo uma cópia do registro feito em Hampshire, pertecente a Winchester, Ref. 71M82/PR2.

Transcrição da imagem acima: “Jane Daughter of the Revd Mr George Austen Rector of this Parish, & Cassandra his wife was Privately Baptizd Decr 17th 1775 Rec’d into the Church April 5th 1776”

Tradução: “Jane filha do Reverendo Mr George Austen, pastor desta congregação, & Cassandra sua esposa, foi batizada em casa em 17 de dezembro de 1775 e nesta Igreja em 5 de abril de 1776.”

O trecho acima foi escrito no livro de registros da congregação/paróquia de Steventon, pelo Reverendo George Austen. Este livro de registro contém os batismo (1737-1812), casamentos (1738-1753) e enterros (1738-1812). Neste livro estão incluídos os batismos de Jane Austen e seus irmãos.
*****
TOMALIN, Claire. Jane Austen – A life. Alfred A. Knopf: New York, 1997.