"Guarda teu amigo sob a chave de tua própria vida." ( William Shakespeare) – Citação perfeita para o momento!

Meus caros(as) amantes, ou melhor, admiradores de muito bom gosto(por sinal), de Jane Austen e seu Mundo.

Não sei se perceberam que nossa querida ADRIANA ZARDINI não anda dando o “ar da graça” por aqui no mundo virtual? E por conta disso, algumas publicações estão em “falta”!
Estou pensando seriamente em lançar uma campanha: “POR ONDE ANDAS ADRIANA?” O que vocês acham?

Brincadeiras à parte, chegou a hora de falar sério!
Nossa Adriana está passando por uma mudança residencial, e todos nós sabemos o quanto isso é muito COMPLICADO e TRABALHOSO, e por conta disso, não está podendo participar do grupo do facebook: https://www.facebook.com/groups/105627072803331/584930831539617/?notif_t=group_comment e nem responder aos posts aqui do blog.
Lembrando também que alguns posts estão programados, outros estarão suspensos até sua volta! Pois ela é CHAVE FUNDAMENTAL, e qualquer pessoa que tente fazer o que ela faz, NUNCA estará à sua altura!
Vale ressaltar novamente que enquanto ela não dá o “ar da graça”, estou aqui para tirar dúvidas e ajudar na medida que for possível, meu e-mail para contato é tatiegabrielresende@gmail.com ou pelo face também onde estou sempre! 
Agradeço em meu nome e em nome da ADRIANA ZARDINI, pela compreensão de todos(as), espero que vocês continuem nos acompanhando pois temos muitos posts interessantes vindo por aí! Fiquem bem!
Ps: Adriana, volta logo pra gente!! Viu como nosso Capitão está triste e abatido?! Vou acabar mandando ele atrás de você! rsrs!

Anúncios

Feliz Dia das Mães – Sorteio!

Eu comecei uma homenagem às mães dos integrantes do nosso grupo no facebook e estou extendendo aqui para o blog com um sorteio do dia das mães. 

Gostaria de aproveitar a oportunidade para desejar à todas as mães, avós, bisavós que nos acompanham um FELIZ DIA DAS MÃES, repleto de felicidades e alegrias! 
Abaixo as fotos das pessoas que participaram da homenagem – veja as legendas:

01 – Natalia e sua mãe Camila

02 Flávia e sua mãe Beatriz
03 – Larissa e sua mãe Ana Lúcia
04 – Marinara e sua mãe Marinalda
05 – Adriana Zardini e sua mãe Rita (em memória) 
06 – Etiene e sua mãe Josania
07 – Madilei e sua mãe Neusa
08 – Aline, Luana e a mãe Flávia
09 – Madalena e sua mãe (em memória)
10 – Lucienne e sua mãe Dely

As pessoas interessadas deveriam enviar uma foto com a mãe, para que fosse publicado aqui no blog hoje. E depois eu começaria o sorteio. Então, quem não enviou a foto, pode participar do sorteio da seguinte maneira:

1) deixar seu nome e email aqui neste post.
2) o prazo final é até amanhã (13 de maio) às 23:59. 
3) o sorteado deverá entrar em contato com adriana@jasbra.com.br para me enviar os detalhes do endereço a ser enviado o presente. 
O presentinho pode ser compartilhado entre mãe e filha, contém: 1 livro da Marlena de Blasi (1000 dias em Veneza) + DVD Shakespeare Apaixonado + 2 marcadores de livros (200 anos de Orgulho e Preconceito) + 2 bottoms do Bicentenário de Orgulho e Preconceito. 

Promoções de Livros

A Livraria Fnac está com uma ótima promoção de livros importados por apenas R$ 12,90!
Há dois títulos de Austen, alguns das irmãs Bronte, Shakespeare e muitos da Marian Keyes.
Razão e Sensibilidade  e Orgulho e Preconceito da Editora Harper. Vejam como são lindas as capas. Há algum tempo eu já havia publicado sobre a capa de Orgulho e Preconceito aqui no blog, porém, o livro só era vendido no exterior.

Confira a lista aqui.

Austen na série Bloom’s Modern Critical Interpretations


A coleção Bloom’s Modern Critical Interpretations, editada pelo crítico norte-americano Harold Bloom, é uma série com mais de cem volumes que reúne artigos de crítica literária onde são abordadas as grandes obras da literatura ocidental, indo desde a Ilíada, Édipo Rei, Beowulf, Hamlet, Dom Quixote, passando por David Copperfield, Drácula, A Balada do Velho Marinheiro, e chegando a obras contemporâneas como Som e Fúria, O Apanhador no Campo de Centeio, O Senhor dos Anéis, On the Road, e várias outras. Dentro dessa enorme variedade, foi reservado espaço para três obras de Jane Austen: Orgulho e Preconceito, Emma e Persuasão, cada um com uma introdução escrita pelo próprio Harold Bloom e com artigos que abordam diferentes aspectos de cada obra.



Anne Elliot e Rosalinda

O volume que tenho em mãos é o de Persuasão. O texto da introdução contida neste volume foi publicado originalmente no livro O Cânone Ocidental, lançado no Brasil pela editora Objetiva. Nela, destaco a comparação que Bloom faz entre a personagem Anne Elliot de Jane Austen, com a personagem Rosalinda, da peça Como Gostais, de Shakespeare:

“Anne Elliot é para a obra de Austen o que Rosalinda de Como Gostais é para a de Shakespeare: o personagem quase alcança a mestria de perspectiva que apenas a romancista ou o dramaturgo têm acesso, para que toda qualidade dramática do romance ou da peça não seja perdida”.

E complementa:

“(…) até mais do que Hamlet ou Falstaff, que Elizabeth Bennet, ou do que Fanny Price em Mansfield Park, Rosalinda e Anne Elliot possuem praticamente o equilíbrio completo, quase capazes de enxergar tudo o que acontece em torno da peça e do romance (…)”

Abaixo, seguem os títulos e os respectivos autores dos artigos presentes no livro:

Anne Elliot, Cuja Palavra Não Tinha Muito Valor, por Stuart M. Tave

Persuasão: formas de alienação, por A. Walton Litz

O Dote de Anne Elliot: Reflexões sobre o Final de Persuasão, por Gene W. Ruoff

O Pessimismo Radical de Persuasão, por Julia Prewitt Brown

A Natureza do Caráter em Persuasão, por Susan Morgan

No Meio: Persuasão, por Tony Tanner

Persuasão: “O Tom Anti-Feudal dos Dias Atuais”, por Claudia L. Johnson

Persuasão: A Patologia do Dia-a-Dia, por John Wiltshire

Perdido em um Livro: Persuasão de Jane Austen, por Adela Pinch

Sátira, sensibilidade e inovação em Jane Austen: Persuasão e as obras menores, por Claude Rawson.



Os livros podem ser adquiridos no site da Amazon.

Ainda sobre os Zumbis

Imagem Royalty-Free do site corbis.com

Uma crítica curiosa de Jennifer Schuessler para o New York Times de 02 de fevereiro de 2009, diz o seguinte: Jane Austen comeu meu cérebro

Resumidamente, Jennifer fala que gostaria de ter me mãos o Pride and Prejudice and Zombies. Questiona:
1) Este livro não é uma tentativa de colocar Jane no mercado editorial vampiresco?

2) Será que este livro também segue a linha do livro Jane Bites Back – Jane dá o troco (que ainda não foi lançado)? O livro Jane Bites Back de Michael Thomas Ford se baseia em uma Jane Austen Zumbi que após 200 anos está de volta vigando-se daqueles que ganham dinheiro em seu.

3) O será mais um forte argumento forçado sobre restrições de direitos autorais?

O artigo de Jennifer está mais para informativo que uma crítica literária, e a autora conclui de forma irônica: Esta versão de Orgulho e Preconceito e Zumbis ataca a mais famosa citação de Austen, mas na realidade é interessante: “é uma verdade universalmente reconhecida que um zumbi possuidor de cérebros, deve estar em busca de mais cérebros“.

Jennifer em um comentário apimentado, acrescenta: Um outra verdade universal (se referindo à Seth Grahame-Smith) : “um autor possuidor de um zumbi plagiador deve estar em busca de uma página no Facebook“.

***
O Austen Blog também vem discutindo este livro, publicou em 04 de fevereiro de 2009 um post com o seguinte título: Back off Zumbie Boy – Nos deixe em paz garoto Zumbi
A autora comenta que não se trata de uma questão de ‘nós contra eles’ (referend0-se às fãs de Jane versus leitores de Seth) e pontua que Seth não foi educado quando fez comentários ofensivos às Janeites e que os fãs de Austen também poderão ser audiência seu livro.

***
Por sua vez, Seth escreve uma mea culpa em seu perfil na página da amazon.com: To Janeites Everywhere… – Para as Janeites de todos os lugares

Seth menciona a crítica de Margareth C. Sullivan (Austen blog) e escreve uma espécie de pedido de desculpas dizendo que seus comentários aparentemente podem parecer anti-austen, mas que ele estava se referindo à pessoas que sem se darem ao trabalho de ler seu livro, já se levantaram contra ele.

Seth salienta que adora Austen! Segundo o autor, Austen escreveu comédias, era subversiva, facilmente irritável e ainda usava toucas!! Ótimas qualidades por sinal!

Seth diz que leu Orgulho e Preconceito 30 vezes enquanto escreveu Orgulho e Preconceito e Zumbis e que este foi o livro mais divertido de escrever.

Falando seriamente, Seth oferece sua mea culpa: promete não discriminar as Janeites. Assina como Garoto Zumbi
***
Concluindo, Margareth alerta os leitores do Austen blog que sorteará algumas cópias de Orgulho e Preconceito e Zumbis e que nós leitores devemos ficar atentos!
Como diria Shakespeare: All’s Well That Ends Well – Tudo bem quando termina bem!