Em memória de Jane Austen

Em 18 de julho de 1817, Jane Austen morre em plena produção intelectual.

Sua irmã, Cassandra, escreveu uma carta para Fanny (Miss Knight, sobrinho de Austen) – abaixo um pequeno trecho da carta, a carta completa você encontra em Republic of Pemberley:

“I have lost a treasure, such a Sister, such a friend as never can have been surpassed,- She was the sun of my life, the gilder of every pleasure, the soother of every sorrow, I had not a thought concealed from her, & it is as if I had lost a part of myself…”
“Perdi um tesouro, uma irmã, uma amiga assim nunca deveria ter nos deixado. Ela foi o sol da minha vida, abrilhantava todos os prazeres, era o consolo para todo tipo de sofrimento, não sei se conseguirei viver sem ela, é como se tivesse perdido uma parte de mim…”

A placa acima foi colocada pelo sobrinho de Austen,  James Edward Austen-Leigh, em 1870 e diz o seguinte:
Jane Austen 

… Known to many by her writings,
endeared to her family
by the varied charms of her characters
and ennobled by her Christian faith and piety
was born at Steventon in the County of Hants.
December 16 1775
and buried in the Cathedral
July 18 1817.
“She openeth her mouth with wisdom
and in her tongue is the law of kindness.”

As cartas de Austen foram compiladas em um livro, por Deidre Le Faye, clique aqui para comprá-lo (R$ 58,00 na Livraria Cultura).

Letters, ed. by Deidre Le Faye [3rd ed, 1997], From Cassandra to Fanny Knight, 20 July 1817, p. 343;
Leia mais sobre o assunto no post da amiga Deb do Jane Austen in Vermont.
As imagens acima fazem parte da viagem de meu amigo Alfred à Inglaterra. Leia os posts aqui e aqui. Para ler os posts a respeito relacionados a Winchester, clique aqui.
Anúncios

Emma 2009 – fotos das gravações

Nem bem eu fiz o post sobre Emma 2009 – gravações, descobri no Republic of Pemberley Board (grupo de discussão) imagens das gravações:


Crédito das fotos: Robert Morris.

Veja mais fotos aqui.