Segundas – Vida social em Orgulho e Preconceito

 Hoje é dia da Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):

Trecho da discussão 
“A mais moça ainda não fez dezesseis anos. Talvez seja um pouco cedo demais para fazer a vida social. Mas realmente minha senhora, acho que seria uma crueldade recusar-lhes a sua parte de distrações e sociedade só porque a mais velha não teve os meios ou a inclinação para se casar mais cedo. As mais moças têm os mesmos direitos aos prazeres da mocidade que as mais velhas. E trancá-las em casa creio que não seria um bom meio de promover a afeição fraternal ou a delicadeza de sentimentos.”



Essa atitude não parecia avançada demais para a época?  
Seria essa liberdade a maior responsável pelos erros de Lydia?

Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito
Anúncios

Segundas – Condições financeiras em Orgulho e Preconceito

Hoje é dia da Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):

Trecho da discussão 

“No entanto, ela lhes enviava tudo o que podia economizar das suas despesas particulares. Sempre lhe parecera evidente que a renda que eles tinham, dirigida por pessoas tão extravagantes nos seus desejos e tão descuidadas do futuro seria insuficiente para o seu sustento.”



Lizzie  e Jane mandavam dinheiro para a irmã, se fosse o contrário, Lydia seria tão bondosa assim? 
Mas é possível irmãs em boas condições não ajudarem outras menos favorecidas? 
Mr. Gardiner não ajudou a irmã?

Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Resfriado mata?

 Hoje é dia da Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):

Trecho da discussão 

“-Oh, não tenho medo de que ela morra. Ninguém morre de um pequeno resfriado.”
Orgulho e Preconceito
Imagem acima: Harriet Smith em Emma (2009)
Jane Austen se enganou ao pronunciar estas palavras? Não era comum naquela época as pessoas morrerem de um pequeno resfriado?


Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Charlotte Lucas e Lizzie Bennet

 Hoje é dia da Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):

Trecho da discussão 

“ – Noiva de Mr. Collins? Minha cara Charlotte, não é possível! ”

O que vocês acham que Lizzie quis realmente dizer à Charlotte?


Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Mrs. Bennet faz distinção entre as filhas?

Hoje é dia de lhes apresentar a Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e Preconceito



Que tal discutirmos a relação entre a Mrs. Bennet e suas filhas? 
Ela trata Elizabeth bem diferente da maneira como trata Lydia? 


Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Charlotte Lucas em questão

Hoje é dia de lhes apresentar a Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e Preconceito
Basicamente Orgulho e Preconceito é um romance onde as mulheres pensam que podem ser felizes aos se casarem. Levando em consideração a personagem Charlotte Lucas, vocês acham que Jane Austen estava fazendo uma crítica social a respeito de como as pessoas de sua época viam o casamento?

Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Elizabeth Bennet em questão

Hoje é dia de lhes apresentar a Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):


“Eu poderia ter sido a dona desse lugar”, pensou ela.
Estes quartos eu os conheceria intimamente. E, em vez de vê-las como uma estranha,eu poderia alegrar-me de possuí-los e receber aqui,como visitantes,meu tio e minha tia.”

Vocês irão jogar pedra em mim,mas isso me parece muito pior do que a mãe. Lizzie viu todo aquela mansão maravilhosa e confessou seu completo arrependimento. Interesseira ou vocês irão  me dizer que foi sensatez?

Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Coronel Fitzwilliam em debate

 Hoje é dia da Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):


O coronel Fitzwilliam não era bem apessoado, mas tinha atitudes e modos de um verdadeiro gentleman.Todas as senhoras creditavam a ele a alegria dos jantares em Rosings. 

Aparência nunca era o que definia um homem daquela época, e me pergunto como ele não se interessou por Lizzie (o que pensei na primeira leitura) ou por nenhuma outra moça. Parece ser um homem muito gentil. Qual seria o segredo dele para não ter se casado?
Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Jane e Lizzie Bennet

 Hoje é dia de lhes apresentar a Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):


Pessoal, a citação abaixo é bem do final do livro:


“-Não pode ser, Lizzy. Não pode ser! Noiva de Mr. Darcy!

Não,não,você não me engana! Eu sei que é impossível!- Jane estava incrédula.”

Como podem,duas irmãs tãoíntimas,que partilham segredos sem usarem palavras, esconder ou não perceber que uma delas está loucamente apaixonada?
Agora eu quero ver vocês me explicarem isso!



Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito

Segundas – Sexismo?

 Hoje é dia de lhes apresentar a Coluna das segundas-feiras: Discussões sobre Orgulho e PreconceitoA sugestão da discussão é da Flávia Oliveira (JASBRA-MG):

Depois das declarações apaixonadas feitas pelo casal Lizzy e Darcy eis que me pergunto…
“-É uma pena que encontre para tudo uma resposta razoável e que eu tenha o bom senso de aceita-la. –reclamando do silêncio de Darcy quando as visitou com o Mr. Bingley.”
E agora respondam: Essa condição de obediência e concordância, seria  um comentário machista ou apenas uma brincadeira de enamorados?


Conheça aqui as outras perguntas da nossa discussão sobre Orgulho e Preconceito