Jane Austen em tom bem afiado

Gabriela Zimmermann do Jornal A Notícia de Joinville publicou ontem uma crítica sobre o livro Jane Austen a Vampira de Michael Thomas Ford.

“LIVRO DE MICHAEL THOMAS FORD TRANSFORMA ESCRITORA INGLESA EM UM PANO DE FUNDO MODERNOUma Jane Austen ácida, crítica com sua própria obra e cheia de personalidade. Assim, o escritor norte-americano Michael Thomas Ford pinta a escritora de clássicos como “Razão e Sensibilidade” e “Orgulho e Preconceito”. O livro “Jane Austen – a Vampira” pode ser considerado leitura de tarde de férias: tranquila e despretenciosa.
Ford transforma Jane em vampira somente como um pretexto para trazê-la ao mundo contemporâneo e consegue, com isso, puxar para os tempos de hoje a escritora inglesa, que agora tem 233 anos e vive nos Estados Unidos. O livro começa mostrando o lado sarcástico de Jane que, dona de um livraria em uma pacata cidade ao norte de Nova York, precisa vender e acompanhar leituras de seus antigos sucessos – os quais ela já não aguenta mais.
O problema é que ela não entende porque tanta gente ainda relê seus livros. E mais: como podem até se fantasiar de senhor Darcy, o mocinho de “Orgulho e Preconceito”, por exemplo.
Ford aproveita para usar trechos reais de cartas de Austen à irmã Cassandra, o que o ajuda a construir essa Jane de mais de dois séculos de vida. Talvez pelas centenas de anos, a protagonista agora esteja mais crítica ainda e um pouco impaciente com o mundo. A nova Jane tem problemas para lançar seu mais recente romance e se vê às voltas com o orçamento apertado, já que não tem como receber direitos autorais de seus livros pois está morta para o mundo.
O mote ajuda a reforçar a acidez e a falta de paciência da personagem, que vai ter de lidar também com um romance do passado, um admirador que trabalha perto e uma paixão pelo seu novo agente literário. As palavras que mais definem o livro são diversão e leveza. Aproveitando a história o sucesso dos vampiros, Ford compõe um cenário inusitado, mas totalmente possível: Austen achando graça e ficando impaciente com o mundo moderno.
Além de Jane Austen, o autor aproveita para falar sobre as novas gerações de autores célebres como Lord Byron (que, acreditem, foi o responsável por transformar Jane em vampira e segue os séculos apaixonado por ela) e das irmãs Brontë (que, em determinado momento, Jane é acusada de copiar). Sem dúvida um livro que aproveita o modismo e recicla autores de maneira divertida e bem provável. Para quem gosta de “embalagens”, o livro tem, ainda, uma capa bem montada e design condizente com a história, em uma edição criativa.
O autor é especialista em comédia e histórias macabras, escreveu diversos livros juvenis e adultos nos Estados Unidos e essa é sua estreia no mercado brasileiro. Ford ganhou o prêmio de Melhor Livro de Humor e tornou-se integrante da Horror Writers Association, após ter sido premiado com o Bram Stoker Award.”

Jane Austen Vampira

Segundo este livro, a autora de Orgulho e Preconceito e outros clássicos do século XVIII não morreu, mas vive hoje numa cidadezinha no interior do estado de Nova York. Dona de uma livraria, vive frustrada por não receber os direitos autorais e ter o reconhecimento de suas obras de sucesso. Em Jane Austen – A vampira, ela mudou o nome para Fairfax e sobrevive há 233 anos, porque foi mordida por um vampiro, quando se tornou imortal. Entre romances com o Lord Byron, que também é um vampiro, e tentativas frustradas de publicar um novo livro, Jane Austen, ou melhor, dizendo, Jane Fairfax, envolve o leitor em uma divertida viagem ao universo literário, com personagens de outras histórias, de maneira inteligente e divertida!
“É impossível não amar a perspicácia de Michael Thomas Ford e os dentes afiados de Jane Austen…” – Seth Grahame-Smith, autora de Orgulho e Preconceito e Zumbis
“Jane Fantasmica! A Jane de Michael Ford é muito divertida! E é engraçado ver a heroína sofrendo as indignidades da publicação e venda de livros e (talvez) encontrando o amor.” – Publishers Weekly
“Hilário! Eu já achava que gostaria deste livro. Agora, tenho certeza de que você também vai adorar!” – Vampire Librarian
Sobre o autor:  Michael Thomas Ford é autor de diversos livros juvenis e adultos, dentre eles, Alec Baldwin Doesn´t Love Me e That´s Mr. Faggot To You.

Informações Técnicas:
ISBN: 978-85-63066-19-0
Formato: 14×21cm
Tradução: Carlos Szlak
Preço: R$ 39,90
Páginas: 312
Fonte: Site Lua de Papel

*****
 
Se você está intrigado/curioso/espantado fique sabendo que este livro recebeu boas críticas no exterior e de alguns sites/blogs especializados em Jane Austen.
 
Laurel Ann do Austen Prose deu 5 estrelas para o livro.
Mags Sullivan do AustenBlog.
Slayra do Blog Livros, livros e mais livros (em português de Portugal).