Celebrating Austen

Abigail Reynolds me enviou hoje umas fotos que ela tirou na Waterstone’s Bookstore (uma livraria muito simpática em Bath). Eles reservaram lá, provavelmente para o período do festival, um cantinho sobre para Jane o “Celebrating Austen”.

Dá para ver a quantidade de livros à venda, vejam a diversidade de capas e de livros inspirados nas obras de Austen! 
A Waterstone’s é um charme de livraria em plena Milson Street e tive o prazer de conhecê-la em janeiro deste ano quando estive em Bath. É lógico que me senti a própria Catherine Morland fazendo compras ali! 😉
foto: google maps
Para quem ainda não conhece a obra de Abigail Reynolds, visite o site da escritora aqui ou leiam aqui uma série de posts escritos por Samanta Fernandes para a Semana Abigail Reynolds.
Veja que linda capa!

Mr. Darcy’s obsession (Abigail Reynolds)


 Desta vez a Natallie Chagas nos apresenta o livro Mr. Darcy’s Obsession. Muito obrigada Natallie!

***

Título: Mr. Darcy’s obsession
Autora: Abigail Reynolds.
Editora Sourcebooks, 368p.

Desde que Darcy soube que Elizabeth está vivendo em Londres, não tem mais jeito. Ele pensa nela o tempo todo. Com alguma ajuda de um menino chamado Charlie, ele começa a espionar Elizabeth, só para saber quais são suas condições de vida. O que ele não parece saber é que esse conhecimento constante vai torná-lo mais apaixonado por ela do que nunca.

O livro de Abigail Reynolds começa com um desabafo de Bingley, que revela a Darcy que Mr. Bennet está morto e é por isso que Lizzie está vivendo em Londres e Jane está casada com um comerciante, desta forma fora do alcance de Bingley.
Darcy não consegue tirar Elizabeth de sua cabeça, e logo começa a procurar saber sobre ela. Ele paga um menino chamado Charlie para espionar Elizabeth. Ao descobrir que ela vai caminhar todas as manhãs em Moorsfield, ele não consegue se controlar. Após uma breve reunião, a única coisa que ele pode fazer é esperar pelo dia seguinte. Elizabeth, também, passa muito tempo pensando sobre seus encontros agradáveis.
Depois de Bingley decidir deixar a tola e fútil sociedade londrina, Darcy começa a pensar sobre sua vida. O desejo incontrolável de ter Elizabeth como senhora de Permberley apenas cresce com os dias, mas ele ainda não consegue virar as costas para a “boa” sociedade. Até …

Esse livro tem tudo que uma sequência de Jane Austen precisa ter: paixão, mal-entendidos e personagens com os sentimentos mais poderosos. Somos apresentados a personagens que, apesar de não aparecerem no romance original, não prejudicam o enredo do livro. Pelo contrário, só tornam-no mais divertido. Os personagens originais também não mudaram: Lydia continua a mesma garota tola e inconsequente, Georgiana ainda é uma menina doce e o Coronel Fitzwilliam continua sendo um homem agradável.
Mr. Darcy’s obsession é um dos melhores livros que eu já li. Apresentando um Mr. Darcy mais do que nunca apaixonado, o livro é muito recomendado para todas aquelas que sonham com o herói romântico mais encantador de Jane Austen.

Title: Mr. Darcy’s obsession
Author: Abigail Reynolds.
Sourcebooks, 368p.

Since Darcy knew that Elizabeth is living in London, he can’t help himself. He thinks of her all the time. With some help of a boy named Charlie, he starts to spy on Elizabeth, just to know what her conditions of life are. What he doesn’t seem to know is that this constant knowledge will make him more in love with her than ever.
The Abigail Reynolds book opens with a outflow of Bingley, who reveals to Darcy that Mr. Bennet is dead and thats why Lizzie is living in London and Jane is married to a shopkeeper, this way out of Bingley’s reach.
Darcy can’t take Elizabeth out of his mind, and soon begins to find out about her. He pays a boy named Charlie to spy on Elizabeth. Discovering that she goes walking all mornings in Moorsfield, he can’t stop himself. After a brief meeting, the only thing he can do is await the next day. Elizabeth, too, spends a lot of time thinking about their pleasant meetings.
After Bingley take the resolution of leaving the foolish and futile London society, Darcy begins to think about his life. The incontrolable desire of having Elizabeth as mistress of Permberley just grows with the days, but he still can’t turn his back to the “good” society. Until…

This book has everything a Jane Austen sequel must have: passion, misunderstandings and characters with the most powerful feelings. We are introduced to characters who, despite not appear in the original novel, not affect the plot of the book. Instead, just make it more fun. The original characters also have not changed: Lydia is still the same silly and inconsequential girl, Georgiana is still a sweet girl and Colonel Fitzwilliam continues to be a nice man.
Mr. Darcy’s obsession is one of the best books I’ve ever read. Introducing a Mr. Darcy more than ever in love, the book is highly recommended for all those who dream of the most charming romantic hero of Jane Austen.

Semana Abigail Reynolds – Parte 7

A Semana Abigail Reynolds termina com:

Pemberley Medley

Esse livro é uma compilação de 5 histórias curtas, todas baseadas em Orgulho e Preconceito na linha ‘e se?’ Três dessas eu já tinha lido antes de serem publicadas como livro em sites de fanfic. Todas as histórias são ótimas, mas eu gostei mais das duas que ainda eram inéditas para mim, Such Differing Reports e The Most Natural Thing. Abaixo um resumo de cada história.
Intermezzo – E se depois de Darcy ter contado à Bingley a verdade sobre os sentimentos de Jane por ele, Bingley imediatamente fosse para Loungbourn para reatar seu relacionamento com ela, e ao invés de retornar com o amigo, Darcy se mantivesse distante incapaz de encarar Elizabeth novamente? Ele até mesmo se recusa a ser padrinho de casamento de Bingley. É necessária alguma ajuda do cupido na forma de Georgiana para finalmente trazer Darcy e Elizabeth juntos.
The Rule of Reason (A Regra da Razão) – Essa história faz parte de um caminho alternativo do livro Impulsive & Initiative (To conquer Mr. Darcy). E se Lydia tivesse fugido com Wickham depois que Darcy e Elizabeth já estivessem noivos? Um deles sentiria a obrigação de romper o noivado ou esta crise os faria mais próximos?
Such Differing Reports (Relatos Tão Divergentes) – E se Elizabeth acreditasse nas suspeitas de Charlotte que Darcy está apaixonado por ela e tomasse medidas para tentar desencorajá-lo? Ao invés de serem atraídos um pelo outro, todas as vezes que ele se encontram, eles acham uma nova maneira de compreender mal uma ao outro. Em desespero, Darcy resolve escrever uma carta para Elizabeth para transmitir o que ele não consegue encontrar palavras para dizer. Essa carta é bem diferente da original do livro, incrivelmente romântica!
The Most Natural Thing (A Coisa Mais Natural) – O que Darcy faria se Elizabeth se oferecesse para ele em troca da ajuda dele para a família dela depois da morte do seu pai e da fuga de Lydia com Wickham? Contrariando a todas as expectativas de Elizabeth, ele ajuda ela, mas não exige nada em troca, e mostra que é um homem honrado mesmo que ela pense o contrário.
A Succession of Rain (Uma Sucessão de Chuva) – E se vários dias de chuva impedissem Darcy e Elizabeth darem aquela caminhada no final do livro original? E se eles fossem forçados a manter o relacionamento deles em segredo debaixo do nariz da família dela?
Samanta Fernandes

***

Para comprar o livro clique aqui.

Para ler os outros posts da Semana Abigail Reynolds clique aqui.

Semana Abigail Reynolds – Parte 6

O sexto post da ‘Semana Abigail Reynolds’ fala sobre:

Mr. Darcy’s Obsession
O pai de Elizabeth morre algum tempo depois que Mr. Darcy e os Bingleys deixam Netherfield. A família dela perde a casa, e Elizabeth vai morar de favor na casa dos Gardiners em Londres e Jane está casada com um comerciante de Meryton. Quando Darcy descobre a presença de Elizabeth em Londres, ele vai procurá-la, apenas para vê-la, pois ele não tem nenhuma intenção de casar com ela agora que ela é ainda mais pobre. Eles se encontram várias vezes caminhando no parque, e quando ele finalmente resolve pedi-la em casamento, ela acha que na verdade ele está pedindo que ela se torne amante dele. Quando este mal entendido é esclarecido, Lydia aparece grávida de um soldado, e Elizabeth volta para casa para cuidar da família e de Jane que está prestes a dar a luz. Quando Elizabeth acha que Darcy tem todos os motivos para se manter longe dela é que ela percebe o homem apaixonado e generoso que ele é, e que o amor entre eles pode superar qualquer diferença.
Essa história é muito fofa, desculpe o termo, mas é isso que me vem na cabeça quando eu penso nesse livro. E apesar do título sugerir outra coisa, é bastante inocente também. Ok, talvez a cena em que o tio de Darcy manda uma criada nua para a cama dele não seja tão inocente, mas a maneira como ele lida com ela é tudo que você poderia esperar de um homem honrado como Fitzwilliam Darcy. A trama tem muitas reviravoltas na vida dos personagens. Wickham está praticamente ausente, Jane é casada com outro homem, e até Georgiana tem um passado negro que ninguém suspeita. Esse é o livro que traz mais mudanças da trama original de Orgulho e Preconceito, mas Abigail Reynolds consegue deixá-lo quase tão interessante quanto ao de Jane Austen.
Samanta Fernandes
***
Leia o primeiro capítulo deste livro aqui.
Para comprar o livro clique aqui.
Para ler os outros posts da Semana Abigail Reynolds clique aqui.

Semana Abigail Reynolds – Parte 5

Nossa quinta publicação da semana Abigail Reynolds é sobre:
From Lambton to Loungbourn / What Would Mr. Darcy Do?

No momento em que Darcy encontra Elizabeth na hospedaria em Lambton, depois de receber as notícias da fuga de Lydia, ele não consegue manter a distância que o decoro exigiria e tenta consolá-la. Eles acabam se beijando, e nesse momento são flagrados por Mr. Gardiner. Darcy pede ela novamente em casamento, mas ela novamente recusa, por achar que ele só propôs por eles terem sido pegos em uma situação comprometedora. Darcy, no entanto, faz um acordo com Mr. Gardiner, e pede alguns meses para convencer Elizabeth a se casar por vontade própria, senão ela seria obrigada a casar mesmo contra vontade. Trocando cartas através de Georgiana, que faz amizade com Elizabeth, eles chegam a um entendimento e ficam noivos.
Essa talvez seja a mais simples das variações da Abigail Reynolds; não tem tantas reviravoltas e desentendimentos. O livro é bem escrito, mas acho que falta um pouco mais de emoção na trama.
Samanta Fernandes
***
Leia um pouco mais sobre este livro aqui.
Para comprar o livro clique aqui.
Para ler os outros posts da Semana Abigail Reynolds clique aqui.

Semana Abigail Reynolds – Parte 4

Continuando a ‘Semana Abigail Reynolds’ Samanta nos conta hoje sobre:
Without Reserve
Quando volta à Hertfordshire depois da visita à Kent e da proposta de casamento de Mr. Darcy, Elizabeth recebe outra proposta de casamento, dessa vez de um amigo de infância. Por causa das circunstâncias da família dela, Elizabeth decide aceitar. E é então que Fitzwilliam Darcy volta à cena. Ele volta para Netherfield com Bingley, disposto a conquistar Elizabeth, apenas para descobrir que ela está noiva de outro homem. Mesmo assim, ele não consegue manter distância dela, e interfere no noivado dela com Mr. Covington. Elizabeth acaba se apaixonando por Darcy quando já é tarde demais, ou assim parece. Darcy por sua vez, conclui que Elizabeth ama o noivo, e decide se afastar para sempre, não sem antes dar um beijo de despedida. Quando ele volta para Hertfordshire cinco meses depois para o casamento de Bingley e Jane, Darcy descobre que Elizabeth rompeu seu noivado. Por causa disso ela agora é desprezada pela sociedade e pela mãe dela, indo morar em Netherfield com Jane e Bingley. Lá a paixão entre os dois cresce, mas Elizabeth se recusa a casar com Darcy porque com o rompimento do noivado anterior ela perdeu a boa reputação, e não quer transmitir essa mácula para Darcy e Georgiana.
Esse é o livro mais picante da série, e aconselho aos mais puritanos a passarem longe. A princípio o erotismo está presente apenas nos sonhos de Darcy, que são bastante explícitos. Mais para o final do livro é que a coisa esquenta a níveis alarmantes. O enredo é bom e muito romântico; Mr. Darcy é incrivelmente intenso e apaixonado, e isso para mim já valeu a leitura.
Samanta Fernandes
***
Leia o primeiro capítulo deste livro aqui.
Para comprar o livro clique aqui.
Para ler os outros posts da Semana Abigail Reynolds clique aqui.

***
Correção: esse livro vai ser relançado em breve com outro nome: ‘Mr. Darcy’s Undoing’

Semana Abigail Reynolds – Parte 3

O terceiro post da Semana Abigail Reynolds (resenha de Samanta Fernandes) é sobre:

By Force and Instinct
Depois de ler a carta escrita por Darcy, Elizabeth espera nunca mais vê-lo novamente. Mas se ele tivesse que permanecer em Rosings por causa de problemas de família? Assim eles acabam forçados a conviver um com o outro, ele cheio de raiva e ressentimento, ela cheia de culpa e arrependimento pela maneira com a qual o tratou e pelos erros de julgamento que cometeu. A convivência constante acaba abrindo caminho para Elizabeth se apaixonar por ele, mas também para muitos mal entendidos. Quando eles são flagrados aos beijos por Mr. Gardiner, o noivado acontece, mas quem não fica nada feliz com a situação é Mr. Bennet, que consente com o casamento, mas se nega a dar sua benção, achando que Darcy se aproveitou de Elizabeth à força. Até Georgiana tenta interferir na felicidade do casal, dando a entender para Elizabeth que Darcy tem uma amante.
Não é um dos meus preferidos, não é ruim. Nesse tipo de livro, que não deixam de ser fanfics só que publicadas oficialmente como livros, é normal que o caráter e personalidade de alguns personagens sejam alterados para sustentar a trama. Eu normalmente não me importo com isso se o enredo for bom. Georgiana é uma menina mimada e egoísta que culpa o irmão por separá-la de Wickham; Mr. Bennet é totalmente insensível, e até Mr. Gardiner que eu sempre imaginei como um senhor gentil e bonachão, é retratado como um homem severo e extremamente moralista. E o pior de tudo, Mr. Darcy é totalmente inseguro. Muitos interpretam ele como tímido, mas inseguro? Não, não o meu Mr. Darcy pelo menos.
***
Obrigada por seus comentários Samanta, é interessante perceber como você gosta de Orgulho e Preconceito e defende sua visão do Mr. Darcy! 🙂
***
Leia o primeiro capítulo deste livro aqui.
Para comprar o livro, clique aqui.
Para ler os outros posts da Semana Abigail Reynolds clique aqui.

Semana Abigail Reynolds – Parte 2

No segundo post da semana Abigail Reynolds, Samanta nos conta a respeito de:




The Last Man in The World
 

E se Elizabeth nunca tivesse tido a chance de dizer a frase: ‘Você é o último homem do mundo com o qual eu me casaria’? Quando propõe casamento à Elizabeth em Hunsford, Darcy não espera para ouvir a resposta, e assumindo que seria ‘sim’ ele dá um beijo nela. Infelizmente para Elizabeth, a cena é presenciada por outros, e ela não tem outra alternativa senão se casar com Mr. Darcy para proteger a reputação dela e das suas irmãs. Assim ela acaba se casando com um homem que ela odeia e despreza, e ele completamente inconsciente disso. Algum tempo depois o confronto inevitável acontece, e Darcy fica sabendo que ela nunca o amou, que ela só se casou com ele porque foi obrigada pelas circunstâncias que ele causou. Tomado pela culpa e pelo ressentimento, Darcy se distancia dela, não desejando impor mais sofrimento à situação deles. Depois de um tempo Elizabeth começa a conhecer o marido e descobre a verdade sobre Wickham. Ela se apaixona por Darcy, mas acredita que ele não a ama mais.
Com certeza, este é o melhor dos livros da série Pemberley Variations. A abordagem de um casamento forçado entre Elizabeth e Darcy não é exatamente nova (em fanfics é bem comum), mas Abigail Reynolds fez um ótimo trabalho nessa livro. Elizabeth se encontra em uma situação comum para as mulheres daquela época, casada com um homem que não ama, e pior, no caso dela, um homem que ela nem mesmo respeita, pois tudo que ela sabe sobre ele é baseado em equívocos e nas mentiras contadas por Wickham. A carga emocional da discussão em que Darcy finalmente fica sabendo que Elizabeth o odeia é imensa. Você sofre com os dois, porque não há um lado certo e outro errado, apenas um grande mal entendido. Mesmo quando tudo parece estar indo para o rumo certo, eles encontram novas maneiras de interpretarem mal um ao outro. Se tivesse que escolher apenas um livro da Abigail para recomendar, esse seria a minha escolha.

Clique aqui para ler os posts anteriores da Semana Abigail Reynolds.
Para comprar os livros, clique aqui.
***
Samanta Fernandes é autora dos posts da Semana Abigail Reynolds.

(lembrete: os livros são os mesmos, porém com nomes diferentes)

Semana Abigail Reynolds – Parte 1

Dando início à semana Abigail Reynolds, hoje, Samanta nos conta a respeito de:
Impulsive & Initiative / To Conquer Mr. Darcy
(lembrete: os livros são os mesmos, porém com nomes diferentes)
Depois da desastrosa proposta de casamento em Hunsford, um deprimido Mr. Darcy é convencido pelo primo, Coronel Fitzwilliam, a voltar para Hertfordshire e tentar conquistar o coração de Elizabeth Bennet. Ela à princípio informa à Darcy que só pode oferecê-lo a amizade dela, mas depois de conhecer melhor o homem que ela tão veementemente recusou, Elizabeth começa a sentir uma atração inexplicável por ele. Quando ela finalmente cede à inegável paixão existente entre eles, os dois acabam quebrando todas as regras do decoro e antecipando os votos de casamento.
Nessa variação de Orgulho e Preconceito, o termo ‘violentamente apaixonado’ usado para descrever o Mr. Darcy no livro original é colocado à prova com uma intensidade que Miss Austen jamais teria sequer ousado pensar. Sim, as coisas ficam bem intensas entre eles, e você for do tipo sensível ou que acha que esse tipo de livro é uma violação ao clássico de Jane Austen, eu desaconselharia a leitura. Quem tem a mente mais aberta, com certeza vai adorar essa versão ainda mais romântica e apaixonada de Darcy e Elizabeth. Há uma variação dentro dessa variação, publicada com o título The Rule of Reason, em que a história toma um rumo diferente dependendo da antecipação ou não dos votos do casamento deles. Essa versão é relativamente mais moderada no conteúdo sexual. Eu gostei de ambas, mas prefiro a primeira.
***
Abigail Reynolds está acompanhando nossa publicação com bastante entusiasmo!
Obrigada Abigail!

***
Esta é a Samanta Fernandes que nos dá o prazer de conhecer um pouco mais sobre a obra de Abigail Reynolds através de suas resenhas.
Leia aqui, o primeiro capítulo do livro.

Para ler a primeira publicação da Semana Abigail Reynolds, clique aqui.
 
Para comprar os livros, clique aqui no site da Amazon.

Semana Abgail Reynolds

Abigail Reynolds escreve fics baseadas na obra de Austen. A Samanta Fernandes, que conheci recentemente, já leu 7 livros publicados pela escritora. Decidi convidá-la para publicar aqui no blog, suas impressões a respeito do livro. Ao longo desta semana, pelo período de 7 dias, farei a publicação das resenhas de Samanta, que acabei chamando de “Semana Abigail Reynolds“.
A série de livros Pemberley Variations, de Abigail Reynolds, é composta de sete livros todos recontando Orgulho e Preconceito de um modo diferente. Nessas variações você pode ver como uma pequena mudança na trama pode alterar o curso da história. Eu sou uma leitora assídua desse tipo de sequência e variações de Orgulho e Preconceito, e com certeza Abigail Reynolds é uma das melhores escritoras do gênero, não só pela criatividade nos enredos, mas também pelo estilo de escrita. Só para deixar claro, ela não é Jane Austen, e duvido que ela tenha a pretensão de ser, mas para mim isso não desmerece o talento dela nem um pouco. 
Espero que gostem,
Samanta Fernandes