Mansfield Park – Edição Bilingue

Antes de sair do forno, a primeira tiragem de MANSFIELD PARK já causa alvoroço. Há anos fora de catálogo no Brasil, a obra publicada em 1814 pela escritora inglesa Jane Austen (16 de dezembro de 1775 – 18 de julho de 1817) retorna ao mercado pelas mãos da EDITORA LANDMARK, traduzida por Adriana Zardini, mestre em educação, especialista em língua inglesa e presidente do Jane Austen Sociedade do Brasil.
Fruto da fase mais madura da autora, o romance traz a história de uma menina que é adotada por seus parentes ricos, apresentando conflitos que envolvem amor e contratos sociais, escravidão e civilidade, riqueza e autopercepção – sempre com o toque irônico de Austen, sua marca registrada.
O lançamento de “MANSFIELD PARK” pela EDITORA LANDMARK apresenta esta importante obra de Jane Austen em uma edição bilíngue, resgatando toda a magnificência e toda a preocupação social de uma das maiores escritoras inglesas.
Ainda que o livro aborde vários temas, a principal questão é a busca da identidade e do verdadeiro amor. Por mais de dois séculos o livro divide os leitores: por um lado, “MANSFIELD PARK” é o trabalho mais autobiográfico de Jane Austen, refletindo o mundo de pretendentes religiosos e proprietários de terra, das caçadoras de maridos, dos esnobes e dos tolos do interior – no qual a escritora viveu e procurou o amor. Entretanto, o texto parece entrar em conflito com as tradicionais heroínas de Austen, uma vez que Fanny Price é surpreendentemente contida e passiva, fato que tem aturdido por décadas os críticos e os fãs da autora.
As questões sociais também são discutidas na obra, sugere-se pela crítica especializada que o título se refere ao julgamento de Mansfield, a decisão inglesa legal e histórica tomada pelo chefe da Justiça Lorde Mansfield, segundo a qual foram estabelecidos os primeiros limites quando à escravidão na Inglaterra. No romance, Fanny surpreende sua família adotiva ao levantar a questão sobre o envolvimento deles com a escravidão. As cartas de Jane Austen escritas na época nos informam de uma paixão por Thomas Clarkson, um popular abolicionista, o que justificaria o envolvimento da autora com estas questões sociais.
Jane Austen, como os seus personagens, cresceu em uma zona rural na Inglaterra entre a classe abastada e religiosos, cujos hábitos e negócios ela observava com perfeição e, às vezes, com uma honestidade brutal e reveladora. A sua memorável linguagem, a sua sagacidade satírica, o seu delicado senso de humor e as complexas caracterizações de luta moral no coração das famílias, além das alianças românticas, contribuem para o estilo atemporal da autora.
O tema prevalecente na obra continua relevante: a necessidade de homens e mulheres encontrarem a sua identidade e fazerem as suas próprias escolhas – ainda que a sociedade, por sua natureza, tente os fazer seres dependentes, sem força e preconceituosos. Este foi o romance mais lucrativo de Austen, garantindo à autora 350 libras, uma fortuna na época.
A história já foi adaptada algumas vezes para o cinema e televisão, as mais conhecidas são as versões de 1983 pela BBC e as homônimas norte-americanas de 1999 e 2007.
MANSFIELD PARK integra a série de obras bilíngues que a EDITORA LANDMARK publica ao longo dos anos, figurando ao lado de “Orgulho e Preconceito”, “Persuasão” e “A Abadia de Northanger”, também de Jane Austen, “A Moradora de Wildfell Hall”, de Anne Brontë, “O Último Homem”, de Mary Shelley, entre outros clássicos da literatura mundial.
MANSFIELD PARK – JANE AUSTEN – EDIÇÃO BILÍNGUE
Editora Landmark – Brochura – 448 páginas
Tradução de Adriana Zardini
ISBN 978-85-88781-45-0 Preço de Capa R$49,90
Previsão de lançamento nas livrarias: 30/setembro/2009
Anúncios

30 thoughts on “Mansfield Park – Edição Bilingue

  1. Corina 16/09/2009 / 10:21 AM

    Adriana, seu nome na tradução do livro vem mostrar ao público aquilo que amigos mais antigos aos quais me incluo já constataram: você é uma profissional comprometida com o que faz além de ser uma pessoa e professora generosa. Parabéns por demonstrar sua competência!
    Abraço,
    Corina

    Gostar

  2. Stephen Fry Brasil 16/09/2009 / 10:38 AM

    Adriana, parabéns! Que maravilha você traduzir Mansfield Park! Eu amo esse livro e é claro que vou comprar essa edição 😀

    Beijos.

    Gostar

  3. Carolina 16/09/2009 / 10:42 AM

    Adriana, parabéns!!!! Você sempre nos surpreendendo com esta garra! Mas, como eu te disse, quero o meu exemplar autografado!!!!!!

    Gostar

  4. Luciana Viter 16/09/2009 / 11:20 AM

    Adriana,

    Parabéns mais uma vez, estou certa
    de que a qualidade da tradução é excelente pela dedicação que você demonstra em tudo que faz!

    Gostar

  5. Adriana Zardini 16/09/2009 / 11:52 AM

    Minhas amigas: Corina, Elaine, Carolina e Luciana! Muito obrigada pelo carinho!!

    Espero que gostem da tradução! Como escrever/traduzir não é uma coisa muito fácil, ainda mais se tratando de Austen, a minha intenção ao traduzir este livro foi passar a minha versão da história. Mesmo porque não há como ser Austen Brasileira! 🙂 Até que a gente tenta, não é verdade?

    Gostar

  6. Cláudia Cristino 16/09/2009 / 1:04 PM

    Querida Amiga,

    Parabéns por mais este sucesso! Foram muitas dificuldades, contratempos, paradas e recomeços, mas tudo isso e muito mais valeu a pena!
    Parabéns novamente!!!!
    Um beijo muito carinhoso!!!!
    Beijo da minha mãe, também!

    Gostar

  7. Isabel 16/09/2009 / 1:46 PM

    Mal posso esperar pra ter esse livro em mãos! E por isso pergunto: quando chega às livrarias???

    Gostar

  8. maria helena 16/09/2009 / 4:04 PM

    Tarefa de peso essa. Confesso que não consigo imaginar Jane Austen em outra língua que não seja a dela. Mas como vem muito recomendada, e como gostei da apresentação que acabo de ler aqui, pretendo ler. Só não entendi bem um comentário seu para uma leitora/comentarista: “a minha versão da história”. Como assim? Pode haver uma versão que não seja a da nossa extraordinária autora?
    Sucesso, são meus votos,
    Maria Helena

    Gostar

  9. Adriana Zardini 16/09/2009 / 4:08 PM

    Maria Helena,

    sou bacharel em letras com ênfase em Tradução, eu usei essa terminologia por causa do meu curso. Quiz dizer que ao traduzir, um tradutor faz escolhas, portanto nunca será a Jane Austen escrevendo. Mesmo se ela falasse português sairia diferente da essência que ela escreveu em inglês entende?
    Eu busquei ser fiel ao máximo ao texto de Austen, porque acho que é aí que reside a graciosidade de seus livros e escritos.

    Compreende o meu ponto de vista?
    O que eu quero dizer: é que é apenas uma contribuição da minha parte, fiz com esmero e com carinho!

    Gostar

  10. - Lúh Raquel 16/09/2009 / 4:28 PM

    Queriida! nossa que orgulho!!!!!
    parabéns!!!!!
    esse é apenas um passo de um futuro brilhante!!!!!!!
    que vc merece!!!!!
    parabéns!
    comprarei essa edição concerteza!!!
    fique com Deus! 😉

    Gostar

  11. Guilherme 16/09/2009 / 9:02 PM

    Dri, estou emocionada!! eu estava esperando esse livro há muito tempo!!Também faço questão de ter um exemplar autografado..parabéns amiga!!!

    Gostar

  12. Tathy 16/09/2009 / 10:38 PM

    Parabéns Adriana, que ótima notícia! Vou ficar contando os dias para comprar o meu! bjs

    Gostar

  13. lucampelo2003 16/09/2009 / 10:59 PM

    Um sentimo de orgulho ao ter o livro de minha escritora favorita, traduzido por uma amiga.

    Que seja o 1º de muitas e muitas traduções. Que a sua parceira com a EDITORA LANDMARK seja um sucesso!

    bjão!!

    Gostar

  14. biia_oliveira 17/09/2009 / 9:58 AM

    Adriana, nossa, meus parabéns! Muito sucesso nesse projeto e em outros que virão com certeza e também vou comprar logo o meu 🙂 Parabéns mesmo!!!!!!

    Gostar

  15. Maria Carolina Teixeira 17/09/2009 / 6:51 PM

    Adriana, meus parabéns! Descobri o blog hoje e achei muito interessante, vou começar a seguir imediatamente! Quando vi o blog tive a idéia de lhe pedir ajuda, ou a qualquer pessoa que possa me fazer um favor…eu preciso do livro Emma(de preferencia em português), pois faço Moda-Bacharelado em Modelagem no Senac-SP e vou me formar no final do ano. Meu TCC é sobre a Jane Austen, suas mulheres a ligação delas com a indumentária da época, vou escrever sobre isso e reproduzir roupas da época. Já procurei o livro em várias livrarias e sebos, mas não consigo achar e preciso muito ler para escrever meu TCC; alias, preciso disso URGENTE! Se vc ou alguém puder me ajudar, meu e-mail é: carol_mcts@hotmail.com
    Obrigada.

    Gostar

  16. Adriana Zardini 17/09/2009 / 7:10 PM

    Maria Carolina, eu te indico comprar na livraria da travessa do Rio, eles entregam em todo o Brasil:

    http://www.livrariadatravessa.com.br

    Você conhece os filmes? Emma 1995 e 1996?

    Sabia que estão terminando de filmar uma série lá na Inglaterra?

    Clique no painel ao lado – Emma, que vc encontrará mais coisas.

    Se quiser pesquisar sobre roupas, há um site muito bom em inglês (de uma amiga minha) que publica constante coleções de roupas da época de Austen, veja: http://janeaustenclub.blogspot.com/search/label/Papel%20de%20parede

    ou visite o site:

    http://solitary-elegance.com/ackermann.htm

    Gostar

  17. Lord Daniel 17/09/2009 / 8:18 PM

    Sempre quis adquirir a propriedade de Mansfield Park, mas contratempos impediram a conclusão do negócio. Pelo menos poderei ler a tradução de minha amiga brasileira, e prometo divulgar o trabalho na Câmara dos Lordes aqui em Londres.

    Gostar

  18. Adriana Zardini 17/09/2009 / 9:26 PM

    Prezado Lord Daniel, é uma honra receber sua visita novamente! Espero que o livro faça sucesso na Câmara dos Lordes.
    ps. não esqueci de devolver seu livro ok?

    Gostar

  19. maria 18/09/2009 / 10:35 PM

    Estou ansiosa pra ler este livro, desde já parabéns pelo seu trabalho!!

    Gostar

  20. Clélia 18/09/2009 / 11:05 PM

    Parabéns, Adriana. Fiquei muito contente quando vi que você fez a tradução de Mansfield Park. Com a sua sensibilidade e conhecimento, será uma viagem ler este livro.

    Gostar

  21. Elisângela 19/09/2009 / 7:28 PM

    Parabéns Adriana, sucesso no seu trabalho……..fiquei orgulhosa, e anciosa pra ter esse livro tbm………..

    Gostar

  22. Vanessa 23/09/2009 / 6:51 PM

    Adriana, que show!! Você traduziu!! Lógico que comprarei, mais um livro de Jane e traduzido por vc!! Que máximo!! 🙂

    Beijus!

    Gostar

  23. Pedro Henrique 25/09/2009 / 8:40 PM

    Ótimo saber! Estou ansioso para pôr minhas mãos nesse livro, o único que falta para eu completar minha coleção das obras completas da Jane. Meu inglês não é bom o suficiente para ler o texto original, e aguardava muito Mansfield Park. Estava temeroso por que os outros dois livros da Jane publicados pela Landmark que eu tenho deixaram a desejar na tradução. Persuasão é aquela (triste) história conhecida da tradução e Abadia de Northanger carecia de revisão, no mínimo. Eu mesmo, nas partes que achava sem sentido, recorria ao texto original e consertava a tradução à lápis.

    Por isso, assim que li o texto de apresentação de Mansfield Park, fui no mesmo instante procurar pelo nome da tradutora no Google. Finalmente uma profissional! E pra arrematar, fã de Jane Austen. Perfeito! Este eu vou comprar sem receios. Obrigado de antemão pelo seu trabalho.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s