Licença de casamento de Anna Austen e Benjamin Lefroy

O blog do Museu Jane Austen (casa onde a escritora viveu em seus últimos anos de vida) está com uma exposição, geralmente não exibida com frequência: os documentos de parentes de Austen.
O item em exibição é a licença de casamento de Anna Austen (sobrinha da escritora) e Benjamin Lefroy.
Esta é a licença de casamento de Anna Austen Lefroy e Benjamin.
Anna Austen era filha de James Austen e sua primeira esposa, Anne Matthews. James era o irmão mais velho de Jane Austen. Anna se casou com Benjamin Lefroy no dia 08 de novembro de 1814, que era o filho mais novo do grande amigo de Jane Austen, a Sra. Lefroy eo reverendo Isaac-Peter-George Lefroy.
Após a Lei de Casamento de Sir Hardwick, em 1753, (também conhecida como “um ato para a melhor prevenção da clandestinidade matrimonial”) para que um casamento fosse considerado legal e válido deveria ser realizado em uma igreja logo após a publicação das proclamas ou da obtenção de uma licença.
Para ler o texto completo (com tradução para o português), escrito pela amiga Julie Wakefield, clique aqui.
Anúncios

5 thoughts on “Licença de casamento de Anna Austen e Benjamin Lefroy

  1. Luciana 18/04/2012 / 3:01 PM

    Oi Adriana!

    Obrigada pela visita ao meu blog e pelas palavras carinhosas!

    Vc pode postar a bonequinha da Jane Austen aqui, pode ficar à vontade para baixar as fotos, ok?

    Eu conhecia muito pouco da autora, mas, com a elaboração da boneca, passei a me interessar tanto por ela e sua obra, que já irei ao JASBRA que acontecerá aqui na minha cidade!

    Beijos

    Lu

    Gostar

  2. Madalena 18/04/2012 / 3:49 PM

    Adorei a reportagem. Agora entendo porque Mrs. Bennet queria que Lizzy e Darcy se casassem c/uma lincença especial. Adoro essas reportagens especiais que vc6 sempre trazem porque aprendemos mais um pouco sobre como era a sociedade da época…Parabéns

    Gostar

  3. Adriana Zardini 18/04/2012 / 3:52 PM

    Obrigada por sua visita Madalena! O blog escrito pela Julie é uma preciosidade, não é mesmo?

    Gostar

  4. luciennemachado12 30/09/2013 / 4:14 PM

    Adorei a reportagem e que detalhes que não saberíamos se não fossem matérias tão especiais!Detalhes que aprendemos tb lendo JA!
    Obrigada por postar!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s