A força da obra de Jane Austen – William

Entrevista publicada originalmente no site da Revista Marie Claire:

De janeiro para cá, triplicaram os blogs dedicados a Jane Austen na Inglaterra e nos Estados Unidos (somados, já passam de 1 milhão). A influência que a escritora inglesa nascida no século 18 exerce até hoje impressionou até mesmo o crítico literário, William Deresiewicz, que agora lança Aprendi com Jane Austen (Rocco, 256 págs.). O autor só pensava em James Joyce e Joseph Conrad quando um exemplar de Emma, de Austen, caiu em suas mãos. “O livro mudou a minha vida”, diz. 
Veja aqui os posts que já escrevi sobre o livro ‘Aprendi com Jane Austen‘. Aguardem, pois farei um sorteio deste livro aqui no blog!
Marie Claire – Qual foi a maior lição que você aprendeu com Jane Austen?
William Deresiewicz Que esse papo de amor à primeira vista é uma grande incoerência.
MC Como assim?
WD Também fui criado para um dia, sem mais nem menos, encontrar o amor da minha vida, minha alma gêmea. Mas, depois de ler Austen, acordei para o fato de que temos de nos preparar para o amor. Estar prontos para ele e conhecer muito bem a pessoa por quem vamos nos apaixonar. As heroínas de Austen casam pelo motivo certo: o amor. E este encontro também se dá no mundo das ideias.
MC A que você atribui essa redescoberta de Jane Austen?
WD Apesar de terem sido escritos por volta de 1810, os livros de Austen já falavam de uma mulher emancipada, que tinha força para atuar em todos os setores da sociedade. E que, como a mulher de hoje, também buscava o verdadeiro companheiro, queria ter encontros com as amigas, se vestir bem. Ela escreve sobre um mundo contemporâneo num cenário de séculos atrás.
Anúncios

5 thoughts on “A força da obra de Jane Austen – William

  1. Luciana 14/08/2011 / 8:09 PM

    Fico contente com o crescimento de informações sobre a Jane Austen e os seus livros em todo o mundo.

    Que mais e mais pessoas possam conhecer os seus livros e divulgar as suas obras.

    Bjs

    Gostar

  2. Adriana Zardini 14/08/2011 / 8:14 PM

    Lu, você já reparou como os livros agora estão sendo publicados em português com muito mais rapidez?

    Gostar

  3. flavia lima 15/08/2011 / 1:59 PM

    Legal é ver um homem sensível a Jane Austen,mesmo que seja profissionalmente,pois ás vezes penso que esse é quase um universo feminino.Tomara que as editores não parem mais.Livros interessantes que cabem no orçamento.

    Gostar

  4. luciennemachado12 30/09/2013 / 5:00 PM

    Fico mesmo muito feliz em tomar conhecimento de casos assim.
    Jane Austen com toda sua obra especial tocando a todos,indiscriminadamente,contagia!
    Muito bom post e sim toma mesmo que seja assim Flávia!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s